Colocado em 2019-12-31 In Santuário Original

Quando o Capital de Graças transborda…

SANTUÁRIO ORIGINAL, Pe. Pablo Pol, Reitor do Santuario Original •

Há umas semanas, aconteceu uma coisa muito especial. Partiu-se a Talha que contém as cartas, as ofertas… ou seja, toda o Capital de Graças do Santuário Original. Como podem ver nas fotos, as cartas que chegam. de todo o mundo, com petições à Santíssima Virgem foram colocadas com grande entusiasmo e a Talha não conseguiu resistir… simplesmente quebrou-se.  —  

 

Visto de fora, pode-se pensar que foi simplesmente um lapso, que só temos de a substituir através da compra de outra Talha. Este pensamento é certamente a tentação do nosso mundo racional.

Contudo, o nosso Fundador ensinou-nos a ver a mão de Deus por trás de cada sinal e acontecimento e a interpretá-lo com fé prática.

Nesta época de Natal, quero convidar-vos a deixarem-se encher por um momento com o sinal: o Capital de Graças “transborda” para o Santuário. Que alegria para Nossa Senhora! Que os seus filhos de todo o mundo levem a sério o pedido do Documento Fundador: “Trazei abundantes contribuições para o Capital de Graças… (18.10.1914).

Esta abundância de graça recorda-nos o Natal: Deus envia-nos o Seu Filho como sinal concreto da Sua presença.

No entanto, não podemos ignorar que o Natal não significa nada para muitos, muito menos que Deus se torna uma criança frágil e partilha a nossa fraqueza desta forma.

Portanto, devemos continuar a inundar o nosso Santuário com Capital de Graças. Devemos usar de suave violência para que Maria possa atrair todos os homens e mulheres que, sinceramente, procuram e não encontram essa presença de Deus nas suas vidas. O Santuário oferece-nos o acolhimento como uma das suas graças especiais.

Neste Natal, convido-vos a pedir à Santíssima Virgem que proteja o mundo inteiro a partir do Santuário, como Ela fez com Jesus em Belém. Com o nosso “transbordante” Capital de Graças, seremos ferramentas para isso.

Que Deus abençoe cada um de nós neste Natal e que nos permita sempre descobrir o dom da ternura de Deus no Filho de Belém!

Neste espírito, desejo-vos um abençoado Natal e o acompanhamento de Deus para o novo ano 2020.

O vosso,

Pablo Pol

Natal, 25/12/2019: Agora está (por enquanto?) a velha Talha novamente, tem algumas mossas, mas ainda “em forma”. Como precaução, as mais de 700 cartas que chegaram de schoenstatt.org estão num saco ao lado dela. Foto: Fischer 

 

Original: alemão (27/12/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *