Colocado em 30. Maio 2017 In Santuário Original

As duas diferenças entre o Santuário de Schoenstatt e muitos outros santuários marianos

ARGENTINA/SANTUÁRIO ORIGINAL, Maria Fischer

“Estiveram em 13 de maio, quando o Papa estava em Fátima?” – “Não, estivemos poucos dias antes, mas vimos todos os preparativos para a visita do Papa”, responde um dos peregrinos da Paróquia del Inmaculado Corazón de María em City Bell, Argentina enquanto, no último dia de uma peregrinação de quase um mês, espera o início da Santa Missa no santuário Original, com uma garoa suave e o forte barulho do cortador de grama, na manhã do dia da aliança, 18 de maio.

Com o desejo de peregrinar a santuários Marianos e em busca de alguns itinerários espirituais, partiram dia 24 de abril, levando com fé as intenções da Comunidade paroquial, neste ano Mariano Missioneiro da paróquia. Padre Jorge González, seu pároco, membro da Federação de Sacerdotes de Schoenstatt os acompanhou neste viagem. Peregrinaram aos Santuários de Fátima, Santiago de Compostela, Montserrat, Lourdes, Covadonga, Medalha Milagrosa (Paris), Sagrado Coração (Paray-le-Monial) e Schoenstatt. Aprofundaram-se nos caminhos e lugares espirituais relacionados a: Inácio de Loyola e Manresa, Teresa de Jesus e Ávila, João da Cruz e Segovia, Teresa de Lisieux, Vicente de Paulo e da caridade, Catalina Labouré e a Medalha Milagrosa e José Kentenich e Schoenstatt. Um programa espiritual e de peregrinação mais que completo, mais que profundo. Passaram quatro dias, os últimos dessa peregrinação foram em Schoenstatt, alojados na Casa Marienau. Alguns são schoenstattianos, muito vinculados a ermida em City Bell, todos estão abertos a este carisma.

Uma aliança e uma porta que nos levam para fora

O momento culminante da peregrinação é a Missa da Aliança, em 18 de maio, no santuário Original. O Pe. Egon Zillekens (da equipe base de schoenstatt.org) na sua palestra para eles antes da missa, e o Pe. Jorge Gonzales, na pregação, destacaram dois grandes diferenciais entre todos estes santuários visitados e o Santuário de Schoenstatt: em Schoenstatt, não se trata da veneração a Maria, mas uma aliança, algo mútuo – com todo o esforço que significa. Ressoa a conhecida canção: “Contigo, mi camino es difícil, me exiges abrirme a un nuevo horizonte…”. É assim. Na Aliança de Amor, Maria exige aos seus aliados abrir-se para novos horizontes….horizontes como a construção de casas solidárias nos assentamentos de Asunção, como visita aos presídios, as vilas, como a fundação de Casas para crianças, como atuar em temas políticos e sociais. Difícil e maravilhoso. E o melhor para se manter jovem.

Além disso em Schoenstatt não se trata de um santuário para permanecer somente nele, mas sim para sair em compromisso missioneiro para levar Boa Nova até os confins do mundo e até as periferias existentes, destaca o Pe. Jorge González. A porta do Santuário Original se abre…. e se não tivesse sido pela chuva cada vez mais forte, a foto do grupo tinha sido com os peregrinos saindo apressadamente do Santuário.

A Chave

Nestas duas diferenças está a chave, mas o que é difícil é que os próprios schoenstattianos entendam e compreendam.

É essa atitude de não nos conformarmos com o que já temos, conhecemos, fazemos e somos….É esta atitude de não nos conformar com que as coisas devem terminar assim… É esta atitude de não construir três tendas para nos isolar ou nos “proteger” do mundo, mas de sair, dar esse passo para a zona de risco, para fora, para o mais missioneiro, o mais aberto, o mais inovador, o mais misericordioso, o mais audacioso. Para o serviço desinteressado.

Antes de sair (sem foto, mas sim apressadamente), os peregrinos selaram a renovação da Aliança de Amor, e cada um deles assinava o livro da Aliança, no altar do Santuário Original.

Poucas horas depois, já partiram, da Casa Marienau, “onde nos sentimos realmente em casa”, de volta a City Bell, para levar os frutos desta intensa peregrinação a sua paróquia em seu Ano Mariano Missioneiro.

 

Peregrinación parroquial de City Bell

Original: Espanhol, 10.05.2017. Tradução: João Pozzobon, Santa Maria, Brasil

Etiquetas: , , , , , , ,