Colocado em 2016-10-26 In Santuário Original

As famílias de Costa Rica no Santuário Original

Maria Fischer •

Pouco tempo, apenas quatro dias, mas ao mesmo tempo, intenso foi o programa de um grande grupo de matrimônios de Costa Rica, que antes de sua peregrinação a Terra Santa, visitaram o Santuário Original e a tumba do Padre Kentenich. A maioria pertence aos dois primeiros cursos da União de Famílias de Schoenstatt, todos tinham uma grande expectativa por ser sua primeira ou segunda visita a Schoenstatt e a Terra Santa, e com o prazer de ter, talvez, que viajar por última vez “ao estrangeiro” para visitar um Santuário.

O altar para o futuro primeiro Santuário em Costa Rica, e primeiro também na América Central, já se encontra lá. Já escolheram o terreno para o Santuário e, quando chegue a aprovação para a construção, então nascerá na primeira metade de 2017, o Santuário “Família da Esperança”. Um pedido que este grupo levou várias vezes nesta peregrinação ao Santuário Original.

O programa incluía visitas a Gymnich, o lugar de nascimento do Padre Kentenich, a Colônia, a vários santuários em Schoenstatt e a Igreja da Trindade. Há que destacar especialmente as noites de visita a tumba do Padre Kentenich, caminho que percorreram de regresso a pé, inclusive debaixo de chuva, e que culminou, na segunda-feira 3 de outubro, quando fizeram a aliança filial com o Padre.

O grupo se alojou na casa Marienau, onde apesar do dano causado pela inundação de junho passado, com o sótão, a cozinha e o refeitório que ainda não se pode utilizar, todos se sentiram bem à vontade. O refeitório, antiga sala de conferencias, oferece uma bela vista ao verde; tal é essa vista “que não se quer mais sair daí”, disse o P. Zillekens, reitor da Casa. Muito populares são a mesa do corredor com vista desde o alto e uma mesa redonda na porta principal.

Uma sala em Belmonte.

Na noite de 3 de outubro, “ocasionalmente”, justamente na sala de Marienau, na qual o Padre Kentenich quando estava ali, fazia as refeições e conversava com seus convidados, houve uma palestra com alguns membros do CIEES (Congresso Ibero-Americano de Empresários e Executivos) de Costa Rica sobre a corrida pela última coluna na Domus Pater Kentenich em Belmonte, Roma, que o CIEES deste país ganhou. “E Costa Rica é o único país que tem uma sala na Domus Pater Kentenich, sem ter ainda seu próprio Santuário! Quando as salas foram adjudicadas, alguém sugeriu que Costa Rica estivesse aí pois o Santuário já estava quase construído”. E a continuação, surgiram ideias para a decoração desta sala com elementos típicos de Costa Rica. Quais são? Só o saberá quem conheça Costa Rica ou tenha lido o primeiro artigo publicado nesta página sobre Costa Rica …

Na terça-feira, 4 de outubro os peregrinos costarriquenses depois da missa no Santuário Original, partiram rumo a Terra Santa.

 

Original: alemão – Tradução do espanhol: Lena Ortiz, Ciudad del Este, Paraguay

 

 

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *