Colocado em 2016-01-25 In Santuário Original

O 5o Congresso geral do Instituto de Sacerdotes diocesanos de Schoenstatt se realiza em Monte Moriah

Instituto de Sacerdotes diocesanos de Schoenstatt, por Klaus Rennemann e Oskar Bühler •

Com a Santa Missa celebrada no santuário original, iniciou-se o 5o Congresso geral do Instituto de Sacerdotes diocesanos de Schoenstatt. De 16 a 30 de janeiro se reúnem em Monte Moriah, para uma primeira sessão, 34 delegados das 8 regiões que esta comunidade tem em todo o mundo, além dos membros do Instituto em Filipinas.

DSCN1369 ac

A novidade: Abertura do Congresso no santuário original

Com as cinco regiões alemãs (as que também pertencem os membros de Escócia, República Checa, Itália, etc.) e da região Getsêmani (Caribe e México), o reitor geral Dr. Peter Wolf, saudou também os representantes das novas regiões Nazaré (Burundi) e Novo Belém (América do Sul). Depois que os delegados se apresentaram e se conheceram, no sábado à tarde, começaram com a Santa Missa domingo no santuário original. O celebrante principal foi o P. Stefan Keller, que, em sua introdução, colocou os participantes entre os convidados as bodas de Caná, que esperam o milagre de Caná, mas para isso devem trazer suficiente quantidade de água para que possa acontecer o milagre. Também destacou que este é o primeiro Congresso geral que começa seus trabalhos com uma celebração comum no santuário original.

Em sua prédica falou do lugar santo do santuário original, o lugar da fundação, o lugar da Aliança de Amor, o lugar das graças de peregrinação e também o lugar dos pontos de contato vivos.

Depois da Eucaristia, tivemos a oportunidade de visitar o P. Kentenich na igreja da Adoração. Numa capela cheia de pessoas, mas também sob uma densa atmosfera, nosso irmão e diretor geral das Irmãs Marianas, Dr. Bernd Biberger, nos explicou sobre o lugar onde o P. Kentenich encontrou seu eterno descanso. Durante um bom tempo de silêncio, cada participante do Congresso rezou pelo Congresso e por seus anelos diante do túmulo do fundador.

Temas e tarefas

A tarde foi dedicada a eleição da Presidência do Congresso, como também a questões relacionadas à ordem do dia. O Congresso estará presidido por membros especialmente eleitos para esta finalidade. O presidente é o P. Stefan Keller, de Issum; os outros membros da Presidência são o P. Michael Maas, de Friburgo, e o P. Antonio Portalatin, de Porto Rico (atualmente em Frankfurt); o secretário do Congresso é o P. Klaus Rennemann, de Rottenburg-Ergenzingen. Participa também do Congresso geral o professor Hubertus Brantzen como assessor externo.

Para que os participantes não tenham que ausentar-se de suas paróquias por muito tempo, o Congresso se realizará em duas ou três sessões. A próxima sessão será no mês de agosto. Uma tarefa importante do Congresso será a eleição da nova direção geral por um período de doze anos. Para isto é preciso que seja eleito como reitor geral um irmão, cujo bispo esteja disposto a liberá-lo para esta tarefa.

Os temas principais do Congresso geral são os seguintes:

  • Nossa comunidade
  • Aspectos centrais de nosso compromisso como sacerdotes
  • Roma/Belmonte
  • Formação
  • Dimensão internacional

Os participantes do Congresso vêm de oito países. As deliberações se realizam em alemão, espanhol e francês.

 

Apresentação do projeto de arrecadação de fundos para Belmonte /Missa de 20 de janeiro / Plenária

Situação atual

A comunidade conta atualmente com 200 membros, que pertencem a 66 dioceses em 17 países de 4 continentes. Na Europa são 98 membros, dos quais 85 em Alemanha. Na América Central a comunidade conta com 35 membros, dos quais 25 na República Dominicana, 3 em Porto Rico e 7 no México. Na América do Sul são 19 membros, dos quais 12 na Argentina, 5 no Chile e 2 no Brasil.

É gratificante a situação no pequeno país Burundi; 39 membros pertencem a região recentemente fundada no outono, enquanto que mais sacerdotes e seminaristas se preparam para sua incorporação. Há alguns meses, a comunidade também está presente em Filipinas, com 6 membros. Também há um membro da comunidade na Austrália, outro em Nigéria e outro no Quênia. O crescimento da comunidade fora de Europa, por um lado, e o envelhecimento na Europa, por outro, estão mudando, não apenas a cara da comunidade, mas implica também questões e tarefas novas, que se tornam tanto mais graves, já que a comunidade não pode dispor livremente de seus membros.

Sabemos que muitos schoenstatteanos rezam pelas intenções de nosso Congresso geral e agradecemos de todo coração.

20160122035639
Original: alemão. Tradução do espanhol: Lena Ortiz, Ciudad del Este, Paraguai

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *