se trata de nosotros

Colocado em 2020-10-31 In José Kentenich

Trata-se de nós: canonizem-no vocês

Monina Crivelli, Argentina •

Devo dizer, honestamente, que não estou muito impressionada com todos os últimos acontecimentos em torno da figura do Pai “descoberta” (?) por esta historiadora, a quem peço desculpa por não me lembrar do seu nome. —

Não é que eu queira minimizar as coisas ou ignorá-las, pelo contrário, como disse o Pai: “dons são tarefas” e as dificuldades também o são. Dificuldades para quem? Para nós. Pessoalmente, sinto que tudo isto não é sobre o Pe. Kentenich, mas sim sobre nós. Desafia-nos directamente.

Mais uma vez, o Pai pergunta-nos como sua Família: seguem-me? Por outras palavras, estão dispostos a dar mais um passo ou mais um salto na vossa santidade? E qual é a minha resposta a isso? Estou, uma vez mais, disposto a acompanhá-lo a Dachau ou ao seu exílio? Ou fico, confortavelmente, de lado a rasgar a minha roupa ou a lamentar tantas mentiras e calúnias à sua pessoa? Estou mais preocupado com o facto de que isto irá atrasar ou intervir negativamente no seu processo de canonização ou pego o touro pelos cornos e, seguindo as palavras de João Paulo II, assumo esta situação terrível como parte do MEU “canonizem-no vocês”? Não nos tornemos exegetas dos “marcos” da Família e, desta vez, não ousemos um novo “marco” de natureza pessoal.

Nada agradaria mais ao Pai, tenho a certeza, que em vez de o defendermos, reagíssemos proactivamente, lutando ainda com mais força e entusiasmo pela santidade da vida quotidiana, pela encarnação excepcional do carisma e legado do Pai. À luz da fé prática na Divina Providência, sinto que “a hora do vosso amor chegou” para nós.

“Ladram, Sancho, um sinal de que cavalgamos” – se Deus quiser, porque aceitamos o desafio e mostramos ao mundo inteiro que somos filhos audaciosos do Pai que sabem mostrar,  no seu agir de hoje, a sua verdadeira face.

mostrar su rostro en mi vida Sejamos filhos audaciosos do Pai que sabem mostrar,  no seu agir de hoje, a sua verdadeira face. 

Original: Espanhol (31/10/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *