Colocado em 2016-07-13 In Juntos pela Europa

Diálogo de cristãos com políticos e Bispos

JUNTOS PELA EUROPA – Comunicado de imprensa de 1 de Julho de 2016 (2) •

Na tarde do segundo dia do Congresso, as Comunidades e os Movimentos participaram, no centro de Munique, em 17 painéis e, junto com outras pessoas interessadas, de Munique, dialogaram com políticos, representantes da Igreja e agentes impulsionadores do mundo da economia e da sociedade.

“O cristianismo não existe para satisfazer necessidades religiosas, mas para iluminar o mundo com uma nova luz”, sublinhou o Cardeal Reinhard Marx na sua apresentação durante o Painel “O futuro da Europa encontra-se nas suas raízes”.

Isto também inclui a influência política. Que os Direitos Humanos ou a Constituição da Alemanha tenham raízes substanciais na mensagem de Jesus, não é razão para os cristãos acharem que é uma coisa especial. Mas antes, deveriam pôr-se a caminho com uma atitude mais humilde para tornar esta mensagem mais visível para o mundo. Isto poderia ajudar a superar a nova ameaça de um nacionalismo primitivo.

20050722_003325_4312MfE_Fr_Podium11_FotoLedergerber

Painel 15

O Painel fresco e juvenil, sobre os valores cristãos na vida profissional, acabou tomando uma direcção interessante virada para os valores europeus. Empresários e executivos contaram, a partir das suas experiências pessoais, a partir do seu esforço para manterem os postos de trabalho em regiões, estruturalmente débeis, passando pela reabilitação de um montador doente psiquicamente, no seu familiar ambiente de trabalho, até à unidade da vida familiar e laboral concretizada na partilha, entre os cônjuges, do mundo familiar e laboral, como também, o incentivar da responsabilidade no trabalho e na empresa ao, enfocar o tema nas formas “europeias” de pobreza, como o são a adição ao jogo ou o endividamento excessivo.

IMG_9438

Painel 5, Vida profissional e valores cristãos

Representantes do atelier de reflexão da nova esquerda, teólogos e filósofos de Movimentos cristãos, dialogaram no Painel “Mística do encontro”. Walter Beier, membro do Partido Comunista Austríaco (KPÖ) e, coordenador da nova rede europeia “transform! Europe”, incentivou os cristãos a vencerem o medo face à secularização: “No que se refere às últimas questões sobre o sentido da vida, estamos mais próximo do que pensamos, porque se trata da essência do Homem na sua totalidade”. Jesús Morán, do Movimento dos Foccolares, apelou a formas novas e inclusivas de integração de pessoas com diferentes concepções do mundo. “A harmonia que reina hoje entre nós é motivo de grande esperança”, concluiu.

20160701_162417_1657MfE_Podium16_FotoHaaf

Painel 16, Encontro

Sobre a solidariedade entre as gerações, falou Emília Müller, Ministra do Trabalho e dos Assuntos Sociais, Família e Integração do Estado da Baviera. Na Europa deveria haver uma convivência mais flexível entre as gerações, sem isolamento mas, estando abertos a novas ideias: “Temos que ter um tecto amplio e portas abertas”. “Em que fase se encontra o caminho da unidade entre os cristãos?” Foi a pergunta do paine,l na repleta igreja de Erlöserkirche. “Poder-se-ia ter a impressão que a coisa não se move muito”, explicou o Cardeal Kurt Koch. Contudo, os membros da Igreja Reformada da Suíça, estão a caminho de se unirem à Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação. O Bispo Protestante de Württenberg, Frank Otfried July tem a esperança que “o grande sinal da unidade, a Comunidade perto da Mesa Eucarística, seja realidade, inclusivamente, antes que o caminho chegue à meta. O Secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas, em Genebra, Olav Fykse Tveit, advertiu: “ Não existe caminho para a unidade que não implique arrependimento”.

IMG_9438

Foto acima: Painel com o Cardeal Marx

Original: alemão. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *