Colocado em 2. Fevereiro 2020 In JMJ Panama 19

Um ano depois

JMJ2019PANAMA •

“Um ano depois de celebrar esta maravilhosa Jornada Mundial da Juventude, podemos dizer que esta pequena semente cresceu e está dando muitos frutos”: quem disse foi Dom Monsenhor José Ulloa Mendieta, arcebispo do Panamá, enfatizando que um dos frutos mais importantes é a renovação da pastoral da juventude.—

“Essa renovação se concentra na escuta do que os jovens pedem. Realizamos várias assembléias diocesanas, bem como a assembléia nacional, onde os jovens puderam contribuir (…) A nível paroquial – ele diz – grupos ecológicos foram organizados para o cuidado da casa comum. Além disso, surgiu um movimento de jovens interessados no estudo da doutrina social da Igreja, que nos perguntam se podemos oferecer ferramentas para sua liderança, não apenas dentro da Igreja, mas também na sociedade”.

O arcebispo do Panamá também destaca que a visita do Santo Padre fortaleceu toda a nação. “Acho que o fruto mais rico é que os panamenhos descobriram a bela definição que o Papa deu ao país: o Panamá é um país nobre. Essa mensagem do papa foi ouvida forte e positivamente pelos panamenhos”, diz ele.

Por ocasião do primeiro aniversário da JMJ 2019, o balanço do evento foi apresentado no Panamá. Conforme explicado pelo secretário executivo do Comitê Organizador Local, Victor Chang, 73% do custo total da JMJ para a Igreja local, US $ 20,7 milhões, foram cobertos pelas inscrições de peregrinos e a parte restante das contribuições dos doadores.

A 34ª Jornada Mundial da Juventude com o tema “eis aqui a serva do Senhor; faça-se, em mim segundo a Tua palavra “(Lc 1,38), que foi celebrada no Panamá de 22 a 27 de janeiro de 2019, com a participação de cerca de 700 mil participantes de 140 países na Missa Final presidida pelo Santo Padre Francisco. Quase 46 milhões de pessoas acompanharam a JMJ através das redes sociais.

As principais celebrações do 1º aniversário, intitulado “Celebremos Panamá 2020”, ocorrerão de 31 de janeiro a 2 de fevereiro e abrirão uma nova iniciativa pastoral na Igreja local: o período vocacional de três anos para os jovens.

 

Fonte: Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida

Fotos: Maria Fischer

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *