Colocado em 2019-01-21 In JMJ Panama 19

O povo de Cuba no altar do Santuário da “Família de Esperança”

JMJ 2019, COSTA RICA, Maria Fischer •

Todos os dias há três, quatro missas no Santuário “Família da Esperança” nestes dias que antecedem os encontros internacionais da Juventude de Schoenstatt, caminho à JMJ no Panamá, missas da Equipe, missas habituais da Família, missas de delegações  recém-chegadas ou que já estão há algum tempo aqui – mas essa missa das cinco e meia de 15 de janeiro teve algo de especial, quando o celebrante, padre Jorge Andrés, da Federação dos Sacerdotes, colocou a bandeira de Cuba no altar do Santuário ” Família de Esperança” em San José, Costa Rica, esta semana centro e coração da juventude de Schoenstatt e de todos os que acompanham a Jornada Mundial da Juventude a partir de seus santuários. —

 

Estava aqui para a bênção do santuário 18 de março de 2017, agora voltou e com a pequena bandeira de Cuba como símbolo de todo o povo de Cuba, de toda a igreja de Cuba e de Schoenstatt neste país, onde fazem mais de 20 anos o Pe. Carlos Cox e uns jovens começaram a plantar as sementes de Schoenstatt que hoje florescem na Federação de Sacerdotes Diocesanos, na Campanha da Virgem Peregrina, na Juventude de Schoenstatt…

“Entre os mais de 470 jovens cubanos que participam da Jornada Mundial da Juventude no Panamá, tem um da minha paróquia”, conta aos fieis em Missa, “e ele vai  selar sua Aliança de Amor no Panamá.” São meio milhão de jovens que estarão na JMJ 2019, são uns 600 ou 700 schoenstattianos, e tem este jovem cubano que selará sua Aliança de Amor, unindo-se a esta corrente de vida e graças que começou o 18 de outubro de 1914 em Schoenstatt. Uma cara concreta, uma história real. Só para poder contar esta historia em Schoenstatt.org  valeu a pena viajar à Costa Rica e Panamá. A pequena bandeira de Cuba no altar fica na memória como símbolo de uma história de entrega, compromisso, confiança e amor.

Vínculos de solidariedade

Este Santuário “Família de Esperança” Santuário significa muito para o Padre Jorge, desde que eu estava na bênção em 18 de março, 2017 e celebrou por primeira vez missa neste Santuário no dia seguinte – e assim geraram laços de solidariedade com a família da Costa Rica. Um santuário missionário Com ” saída” não só para os países vizinhos – El Salvador, Nicarágua, Guatemala, Panamá – mas também para Cuba.

Desde Argentina, em aliança solidária, cerca de 25 peregrinas chegaram a Cuba. “Na minha paróquia eu tenho uma peregrina argentina”, ele contou mais tarde em um jantar, na casa, com a família anfitriã. Você pode sentir a alegria e gratidão.

Vínculos de solidariedade

Este Santuário “Família de Esperança” Santuário significa muito para o Padre Jorge, desde que eu estava na bênção em 18 de março, 2017 e celebrou por primeira vez missa neste Santuário no dia seguinte – e assim geraram laços de solidariedade com a família da Costa Rica. Um santuário com ” saída missionaria” não só para os países vizinhos – El Salvador, Nicarágua, Guatemala, Panamá – mas também para Cuba.

Desde Argentina, em aliança solidária, cerca de 25 peregrinas chegaram a Cuba. “Na minha paróquia eu tenho uma peregrina argentina”, ele contou mais tarde em um jantar, na casa, com a família anfitriã. Você pode sentir a alegria e gratidão.

 

Santuário da Virgem da Caridade do Cobre (Santiago de Cuba) segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Alma missionária no aeroporto

Chegando em Costa Rica, o Padre Jorge viveu o que também os  jovens da Juventude de Schoenstatt da Costa Rica, experimentam,  os que vão lá para receber as delegações, e vivem essa experiência: ” Todo o aeroporto está cheio de jovens , ” disse o Padre Jorge. “E de repente eles começaram a cantar: Alma Missioneira , todo mundo, foi impactante!”

 

Leve-me aonde os homens
Necessitem Tua palavra
Necessitem, de força de viver
Onde falta a esperança
Onde tudo seja triste
Simplesmente, por nao saber de Ti …

Leve-me para o aeroporto … e para as ruas, as  universidades, escolas, cadeias … para Cuba, Venezuela, Nicarágua, Bolívia, China …

Senhor, eu tenho uma alma missionária,
conduza-me à terra,
que tenha sede de Ti.

 

Galería de fotos

 Original: Espanhol. 17 de janeiro 2019. Tradução: Glaucia Ramirez, Ciudad del Este, Paraguai

 

 

 

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *