Colocado em 26. Janeiro 2019 In JMJ Panama 19

No aeroporto, nas ruas, nos corações, as boas-vindas entusiásticas a Francisco

JMJ2019, Maria Fischer •

Já horas antes da chegada do Papa, a grande delegação de jovens de Cuba estava à espera dele ao pé da Nunciatura; com eles, uma Imagem da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, oferta da Campanha da Mãe Peregrina da Costa Rica. Com eles, milhares de jovens e de cidadãos do Panamá abarrotaram as ruas para cumprimentarem o Papa que, chegou a 23 de Janeiro, para a Iª Jornada Mundial da Juventude na América Central, a Iª Jornada Mundial da Juventude com Lema mariano.—

 

Pe. Jorge Rubido com jovens de Cuba. Quatro, de entre eles, selaram a sua Aliança de Amor em 22 de Janeiro.

Após um vôo de quase 13 horas, o Papa Francisco chegou às 16 h e 16 m, hora local, 22 h e 16 m (hora de Roma), ao aeroporto Internacional de Tocumen, no Panamá, onde já o esperavam fieis que ocupavam os 2.500 lugares que tinham sido previstos.

Tanta espera, até que fosse aberta a porta do avião. Por fim, às 16 h e 34 m, o Papa Francisco desceu e foi recebido pelo Presidente da República do Panamá, Juan Carlos Varela e pela sua mulher, Lorena Castillo. Em sinal de acolhimento, duas crianças panamianas, do Orfanato S. José de Malambo, vestidas com os trajes tradicionais, ofereceram flores ao Papa Francisco, enquanto, um grupo de jovens dava uma cor especial à cerimónia, com as suas danças típicas. O Papa Francisco, com toda a simplicidade e espontaneidade, sem o menor sinal de cansaço, pôs de lado o protocolo e demorou-se a cumprimentar muitos dos assistentes e a abençoar algumas crianças.

Abençoe a Mater

No final da cerimónia, o Papa em companhia de Mons. Ulloa, entrou para um carro fechado (mas, apesar do calor, com as janelas abertas para poder cumprimentar as pessoas) que, o levaria a um lugar determinado onde tinha o Papamóvel à sua espera, carro que o conduziu até à Nunciatura Apostólica – contra o que tinha sido planeado, o Papa não trocou o Papamóvel por um carro fechado, para poder cumprimentar melhor a multidão. Um grupo de jovens de Schoenstatt arranjou um lugar óptimo e instalaram-se lá com a Peregrina coroada pela Juventude Masculina.

Com um grande cartaz pediam ao Papa: Abençoe a Mater

Solidariedade concreta

Neste primeiro dia da visita do Papa Francisco ao Panamá houve um momento que ficou imortalizado nos corações de milhões de pessoas: o momento em que Francisco, do Papamóvel, dá a bênção a um jovem que, é elevado, entre os fiéis, com a sua cadeira de rodas. Foram três amigos do jovem da cadeira de rodas que, foram para a rua com ele para que o Papa o visse… e viu-o, abençoou-o.

Solidariedade concreta de três amigos. Um início desafiador desta Jornada Mundial da Juventude.

 

 

  “O que nos move a encontrar-nos nesta JMJ? A certeza de saber que fomos amados com um amor cativante que não queremos e não podemos calar e nos desafia a responder da mesma maneira: com amor.” Papa Francisco, Tweet 24/1/2019

Original: espanhol (25/1/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *