Colocado em 17. Novembro 2018 In Francisco - iniciativos e gestos

O Papa no “hospital de campanha” para pobres da Praça de S. Pedro

PAPA FRANCISCO – OBRAS DE MISERICÓRDIA •

 Na tarde de sexta-feira, 16 de Novembro, em vésperas da Jornada Mundial dos Pobres, o Papa Francisco fez uma visita surpresa ao Ambulatório situado na Praça de S. Pedro no Vaticano. A instalação deste Centro de Saúde temporário, é uma das iniciativas organizadas pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização no quadro da Segunda Jornada Mundial dos Pobres que será celebrada no próximo Domingo, 18 de Novembro, e que tem como objectivo dar atenção aos mais necessitados.—

“Ele é quem nos transmite este amor pelos pobres”, disse uma médica.

Neste Dia Mundial, somos convidados a tornar concretas as palavras do Salmo: «Os pobres comerão e serão saciados» (Sal 22, 27). Sabemos que no templo de Jerusalém, depois do rito do sacrifício, tinha lugar o banquete. Esta foi uma experiência que, no ano passado, enriqueceu a celebração do primeiro Dia Mundial dos Pobres, em muitas dioceses. Muitos encontraram o calor duma casa, a alegria duma refeição festiva e a solidariedade de quantos quiseram compartilhar a mesa de forma simples e fraterna. Gostaria que, também neste ano e para o futuro, este Dia fosse celebrado sob o signo da alegria pela reencontrada capacidade de estar juntos. Rezar juntos em comunidade e compartilhar a refeição no dia de domingo.

Durante a visita, Francisco dialogou com alguns dos voluntários e assistentes e parou para trocar umas palavras, inclusivamente, brincar, com um grupo de pobres que estavam à sua espera. “Foi uma emoção maravilhosa, é ele quem nos transmite este amor pelos pobres, esta atenção para com as pessoas que, realmente, precisam de amor, afecto, tudo”, declarou ao Vatican News, Giustina Betti, responsável médica de Bios. Além disso, indicou que o Papa os felicitou pelo trabalho que realizam, assegurando que ele também participa e vive com eles” esta experiência que é linda”.

Mons. Fisichella presente no momento da visita surpresa

Entre os assistentes, também estava o Presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, Monsenhor Rino Fisichella, que declarou que, esta visita de improviso do Pontífice foi “uma das surpresas que faz o Papa Francisco” e que, de imediato, se viu rodeado “por tanta gente pobre que se aglomerou ao seu redor”. Fisichella assinalou que, todos “o queriam saudar, abraçar e agradecer” e, lhe pediram, inclusivamente, para tirarem uma Selfie como está na moda agora. Além disso – salientou – o Papa cumprimentou todos, “um por um” e “ouviu-os”. “Acho que, uma vez mais, é um gesto de grande solidariedade e caridade cristã com o qual, o Papa quis, dar testemunho”, concluiu.

Exames médicos gratuitos durante uma semana

O Ambulatório que abriu as suas portas no passado dia 12 de Novembro, estará operacional 14 horas por dia, durante esta semana, com o horário das 8 da manhã até às dez da noite, conta com médicos generalistas e especialistas para proporcionar assistência médica aos pobres, os quais poderão fazer exames médicos e análises clínicas gratuitas.

 

Mensagem do Papa Francisco para a Jornada Mundial dos Pobres 18/11/2018

O Papa não se enganou quando em 2014, na Audiência na Sala Paulo VI, nos dizia que não podíamos ser um Movimento “penteador de ovelhas” nem de “cabeleireiros espirituais”. Hoje, apesar dos esforços feitos por muitos, o conceito de Schoenstatt em Saída é mais uma declaração de princípios do que uma realidade efetiva

Carta da Juventude do Chile

 

Com material de Vatican Media

Original: espanhol (17/11/2018). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *