Colocado em 2016-10-15 In Francisco - iniciativos e gestos

E então, o homem de branco vestiu-se de verde

FRANCISCO EM ROMA, Maria Fischer •

O Papa Francisco fez uma nova demonstração das obras misericordiosas que realiza às sextas-feiras, no quadro do Jubileu da Misericórdia; nesta ocasião, visitou o serviço neonatal do hospital San Giovanni, de Roma e um albergue que hospeda doentes terminais.

Onde os bebés lutam pela vida

E, então, o homem de branco vestiu-se de verde e foi visitar os bebés que lutam pela vida em incubadoras e os doentes terminais que estão à espera que a sua vida se apague. Francisco apresentou-se sem atributos, sem avisar, para que ninguém lhe fizesse uma festa nem colocasse microfones, nem preparasse placas para inaugurar. O Papa vinha tornar realidade visível a misericórdia de Deus pelos mais débeis. Durante a visita que, surpreendeu o pessoal do local, Francisco teve que tomar as medidas higiénicas correspondentes, razão pela qual se pôde ver a sua cara coberta com uma máscara e utilizando roupas assépticas para preservar o ambiente. O Pontífice aproximou-se das incubadoras e cumprimentou os pais, aos quais ofereceu o seu consolo.

el-papa-en-la-unidad-de-neonatologia

A “Campanhazinha” para bebés em risco de vida

Como não pensar na, talvez, mais exigente modalidade da Campanha a dos bebés e crianças  em risco de vida? Quantas vezes, a “Peregrinazinha” está sobre uma incubadora, onde um bebé está a lutar pela vida… Quantas vezes, dá consolação aos pais…Quantas vezes, através dos Seus instrumentos, dos Seus missionários, distribui alimentos, roupa para os pais, empresta um ombro para chorar, uma oração onde faltam as palavras e a confiança…Quantas vezes chora com os pais que, depois de tanto lutarem, devem entregar o seu filho nas mãos de Deus…Quantas vezes, agradece com eles a vida e a saúde de um pequeno lutador…

Visita a pessoas moribundas

A seguir, o Papa visitou o albergue “Villa Speranza”, onde estão hospitalizados 30 doentes em fase terminal. A estrutura – que pertence à Fundação Policlínico A. Gemelli, Universidade Católica do Sagrado Coração – encontra-se em Roma, na Via della Pineta Sacchetti.

O Papa cumprimentou um a um os doentes nos seus quartos. A surpresa foi forte, também para os familiares dos doentes, incrédulos entre lágrimas e sorrisos de alegria.

O Vaticano explica que, com esta “Sexta-feira da Misericórdia”, o Pontífice quis dar um forte sinal da importância da vida, desde o seu primeiro instante até ao seu fim natural.

Deste modo, concluiu a “visita surpresa” do Papa a duas instituições de saúde, uma infantil e outra de pessoas moribundas, para deixar uma imagem concreta da necessidade de se viver a compaixão e de se atender às situações mais vulneráveis e difíceis.

Em 12 de Agosto passado, Francisco tinha-se deslocado à instituição romana da Comunidade Papa João XXIII, fundada por Dom Oreste Benzi para se reunir com 20 mulheres libertadas da escravatura da prostituição.

Com Material de Aleteia.org, AICA e Religión Digital

Original: espanhol. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *