Amoris Laetitia

Colocado em 2021-08-14 In Ano Familia Amoris Laetitia

Levar a mensagem de Amoris Laetitia a todos os casais

PANAMÁ, Carmen Franco •

A 9 de Agosto de 2021, a Escola de Dirigentes de Schoenstatt do Panamá teve a alegria de acolher virtualmente o Pe. José Luis Correa, Coordenador Continental, com uma palestra sobre a Exortação Apostólica Amoris Laetitia, publicada há cinco anos, sobre a beleza e a alegria do amor familiar. No mesmo dia, o Papa Francisco inaugurou o Ano “Família Amoris Laetitia” que terminará a 26 de Junho de 2022 por ocasião do 10º Encontro Mundial das Famílias em Roma com o Santo Padre.

LogoDurante a palestra, o Pe. José Luis salientou a proximidade de Schoenstatt e especialmente da Obra Familiar à Exortação Apostólica do Papa Francisco, que chama todos, especialmente os casais, à cultura do encontro.

O Pe. José Luis convidou todos a participarem neste “Ano da Família Amoris Laetitia” e no Encontro Mundial das Famílias que terá lugar em cada Diocese e, em Junho de 2022, em Roma, sob o lema: “Amoris Laetitia: vocação e caminho de santidade”.

Foi desfolhando cada capítulo de Amoris Laetitia para que pudéssemos descobrir como Schoenstatt tem o mesmo apelo que o Papa Francisco nos faz. Somos seus discípulos e devemos levar esta mensagem a todos os casais para que se sintam bem-vindos e compreendidos. Que sintam em Schoenstatt o abrigo para as suas famílias, o que lhes permitirá continuar com a sua vocação e caminho de santidade, com a certeza de que Deus e a Mãe de Deus os acompanham.

Do Capítulo 2, o Pe. José Luis chamou a nossa atenção para o facto do Papa Francisco estar preocupado com o bem da família, uma vez que é decisivo para o futuro do mundo e da Igreja. Sublinhou-nos que “as exigências e os apelos do Espírito Santo ressoam também nos acontecimentos da própria história”.

Ideias para contribuições típicas do carisma

Schoenstatt, através da fé prática na Divina Providência, chama-nos a ouvir as vozes do tempo, do ser e da alma, a fim de se discernir sobre o casamento e a família.

O Pe. José Luis aconselhou-nos a pedirmos a Maria para entrar na nossa família, a vitalizarmos os nossos Santuários-Lar, para que cada um possa sentir o afecto e a compreensão na sua casa.

Recordemos que Jesus viu a ternura do Pai em São José, por isso os pais devem ser assim para que os filhos possam ver Deus como um Pai próximo e amoroso.

O seu último conselho aos casais: o primeiro amor deve ser o amor pelo cônjuge, num entrelaçamento de destinos, onde vivamos santa, amorosa e alegremente com Deus e a Mãe. Todas as manhãs, quando nos levantamos, digamos ao nosso cônjuge: “Reforçado levanto-me para reacender o fogo do amor e cumprimentar-te com alegria”.

Amoris Laetitia Panamá

Fonte: http://schoenstattpanama.blogspot.com

Original: espanhol (11/8/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.