Madre ven

Colocado em 2021-08-16 In Dilexit ecclesiam, Schoenstatt em saída

Tocaram a fibra da fé popular… e, ela reage

ESPANHA, Maria Fischer •

“Não perca a oportunidade de A receber ou de ir em peregrinação ao Seu lado”: Uma oferta difundida em cartazes, vídeos, Instagram Stories, WhatsApps e Tweets dos organizadores de “Madre, ven”, repetida e difundida por rádios, redes sociais, semanários por toda a Espanha que, se tornam protagonistas desta corrente de fé popular iniciada há alguns meses por alguns leigos e padres, tendo o schoenstatteano Ambrosio Arizu como motor e alma. A Espanha está a viver uma festa de fé em todos os lugares onde chega a imagem da Mãe de Deus. —

 

Lembremo-nos: Um grupo de leigos e sacerdotes lançou, sob o lema “Madre, ven”, uma peregrinação que está a levar uma imagem da Imaculada Conceição por toda a Espanha, que chegou de Éfeso de avião, expressamente, para este evento. A cidade de Éfeso, na Turquia moderna, é o lugar onde a Virgem Maria passou os seus últimos anos na companhia de São João Evangelista. A sua casa foi descoberta no século XIX e é hoje um local de culto e devoção.

A peregrinação “Madre, ven” iniciou a sua viagem em Maio a partir da Basílica de El Pilar em Saragoça e visitará os lugares mais significativos da espiritualidade mariana em Espanha. A imagem visitou a catedral de Santiago de Compostela no Ano Jubilar e concluirá a sua viagem no Santuário de Cerro de los Ángeles no dia 12 de Outubro.

Madre, ven: Salamanca

Nossa Senhora caminhando entre o povo santo de Deus

“Tocaram a fibra da fé popular… e ela reage”, sintetiza o Pe. José María García. Recebem Nossa Senhora com flores e Terços, com bandeiras, danças, canções, com bandas a tocar em Sua honra. Em Segóvia, em Ávila, em Allariz. É recebida por freiras, padres, idosos, famílias inteiras, jovens. Eles dão-lhe flores, Terços… e entregam-Lhe os seus pedidos, preocupações, alegrias e tristezas. Capital de Graças sem nunca o nomear.

“No meio da manhã desta segunda-feira, os fiéis de Allariz receberam, sem esperar, uma recompensa pela sua fé religiosa: a visita da imagem de Maria Imaculada que, depois de visitar Pontevedra, veio ao encontro das Irmãs Clarissas de Allariz através da peregrinação nacional da Madre Ven, uma iniciativa criada para comemorar a visita da Virgem ao Apóstolo Santiago no ano 40 depois de Cristo”, lê-se no jornal “La Región”. “O de hoje foi um grande e inesperado presente”, disse o pároco de Allariz, Adrián Rodríguez, aos fiéis que se reuniram na igreja para rezar à volta de Nossa Senhora – que lá ficaram cerca de duas horas – e pedir-Lhe “favores”. Entre eles estavam também as irmãs Clarissas de Allariz. “Devemos sentir-nos gratos por estas surpresas que Deus nos dá”, acrescentou o padre.

Segóvia, Salamanca, Ávila…

A imagem de Nossa Senhora chegou ao Santuário de Nossa Senhora a Virgem da Fuencisla, em Segóvia, na tarde de quarta-feira, 11 de Agosto, onde foi recebida pelo Bispo Emérito de Segóvia, Ángel Rubio, o Vigário Geral, o Reitor do Santuário, as freiras carmelitas samaritanas e muitos fiéis. O Terço foi seguido pela Eucaristia, presidida pelo Vigário Geral da Diocese de Segóvia, Ángel Galindo. À noite, às dez horas, houve uma Vigília de Oração animada pela Adoração Nocturna.

No dia seguinte, quinta-feira, as Laudes foram rezadas acompanhadas por uma meditação sobre Nossa Senhora às nove horas. O Terço e a Eucaristia presidida pelo Reitor do Santuário, Ángel Miguel Alonso, pôs fim à estadia da Virgem Peregrina de Éfeso em Segóvia. A sua próxima paragem será em Arenas de San Pedro (Ávila).

Na sexta-feira, 13 de Agosto, chegou a Salamanca, especificamente ao Santuário de Nuestra Señora de la Peña de Francia. Via Sacra, subindo a colina como o fizeram gerações. As mesmas imagens que nas semanas anteriores: emoção, alegria, veneração. Tocamos algo que nos faz arder o coração com um amor sincero por Deus que, tantas vezes pensamos estar perdido nos nossos países europeus, na nossa Igreja cansada, burocrática e intelectualizada, onde a exclusão, em vez do convite e da misericórdia, tantas vezes reina. A fé está lá, a fé simples, a fé popular com toda a sua força. Só tem de ser tocada.

Schoenstatt é amor, não o compliquemos – foi isto que cantaram no Paraguai há anos e fizeram do seu Santuário em Tupãrenda um centro de fé popular. Igreja é amor, não A compliquemos.

Salamanca Madre, ven

Salamanca

Toledo, 15 de Agosto. Pelo fim da pandemia

“A presença desta imagem peregrina no Mosteiro de Guadalupe na Festa da Assunção de Nossa Senhora é um reconhecimento da Basílica-Santuário que alberga a imagem da Virgen Morenita de las Villuercas, Padroeira da Extremadura, como um dos lugares marianos mais importantes de Espanha e do Cristianismo, que até Setembro de 2022 celebra o Ano Jubilar de Guadalupe”, lê-se num comunicado de imprensa da Arquidiocese de Toledo. Um reconhecimento, uma honra.

E uma visita ligada a um grande acto de fé:

A 15 de Agosto, na Solenidade da Assunção da Santíssima Virgem Maria, o Arcebispo Francisco Cerro Chaves, Arcebispo de Toledo e Primaz de Espanha, doará um peitoral à Padroeira da cidade de Toledo na Santa Missa que, presidirá na Catedral, por ocasião da Sua Festa. A Virgen del Sagrario é a imagem que nos leva à Eucaristia, ao Corpus Christi. Com este gesto filial, o prelado de Toledo implora o fim definitivo da pandemia.

Do mesmo modo, Mons. Francisco pede que, nestes dias de celebrações marianas e dias de Padroeiros em muitas localidades da Arquidiocese, os fiéis rezem a Santa Maria, nas suas orações, pelo fim da pandemia, para que esta dor nas famílias não se prolongue mais.

Madre, ven. Uma pesquisa no Google mostra-nos 79.500 resultados. Maria está a fazer a notícia. Não perca a oportunidade de A receber ou de ir em peregrinação com Ela.

Toledo

Toledo, 14/8/2021

MADRE VEN

Original: espanhol (15/8/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *