Colocado em 20. Dezembro 2018 In Dilexit ecclesiam

Michael Gerber é o novo Bispo de Fulda

ALEMANHA,  Redacção •

O Papa Francisco nomeou o Bispo Auxiliar de Freiburg, Michael Gerber (48), como o novo Bispo de Fulda. Isto foi anunciado, simultaneamente, em Roma, Fulda e Freiburg, na quinta-feira, 13 de Dezembro. Deste modo, Michael Gerber será o sucessor do Bispo Heinz Josef Algermissen, cuja renúncia foi aceite no dia 5 de Junho, pelo Papa Francisco, ao fim de 17 anos como Bispo de Fulda. Michael Gerber que, pertence ao Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt, será o Bispo mais jovem de uma Diocese alemã.

Na sua primeira alocução a seguir ao anúncio da sua nomeação como Bispo pelo Cabido Catedralício de Fulda, o recém-eleito Bispo agradeceu a todas as pessoas que, nos últimos anos foram responsáveis pela Diocese de Fulda e àqueles que continuam a sê-lo: “Sobretudo, toda a minha gratidão ao meu predecessor, o Bispo Heinz Josef Algermissen e, com ele, a todas as inúmeras pessoas que trabalharam, activamente, nos diferentes níveis na Diocese. Desde já, alegro-me muito em vos conhecer”. Ao mesmo tempo, não lhe é fácil deixar para trás aquilo, pelo qual, trabalhou e que se converteu numa coisa muito querida para ele, em Freiburg, durante os últimos anos. “Muitas foram as pessoas que me acompanharam no meu caminho e muito enriqueceram a minha vida, moldando, decisivamente, a minha imagem de sacerdote e de Bispo na Igreja de hoje”, assim o disse o novo Bispo designado de Fulda. “Estou muito agradecido a todos vós”, disse Michael Gerber. “Essas pessoas enriqueceram muito a minha bagagem, que agora posso levar para Fulda”.

Enraízado na Arquidiocese

Michael Gerber nasceu em 1970 em Oberkirch. Cresceu numa família católica e durante o seu tempo liceal participou activamente como Acólito, líder de grupos e chefe no trabalho com os jovens da Paróquia. Terminado o liceu, estudou Teologia em Freiburg e na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Por várias vezes, esteve na América do Sul (Chile e Bolívia), fala espanhol, inglês e italiano. Após um semestre de estágio em Bietigheim, em Rastatt (1992-1993) e um ano de trabalho social em Ettlingen (Paróquia do Sagrado Coração de Jesus) e em Völkersbach (Paróquia de S. Jorge, 1995-1996), foi ordenado Diácono. O então Arcebispo Oskar Saier sagrou Gerber sacerdote em 11 de Maio de 1997. Desde 1997 ate 1999, Gerber foi Vigário em Malsch, perto de Ettlingen e aí trabalhou, activamente, com a Juventude (KJT: Comunidade de Jovens, de Acólitos).

Estilo de gestão: trabalhar em conjunto, nos diferentes serviços e cargos

DE 1990 até 2001, Michael Gerber teve a seu cargo a assistência Pastoral na Universidade Católica de Freiburg – Littenweiler e iniciou o Doutoramento com uma dissertação no campo da Teologia Pastoral. Concluiu o seu Doutoramento em Teologia, com grande sucesso, no verão de 2007 (Magna cum Laude). Desde 2001, Gerber trabalhou como Director do Seminário “Collegium Borromaeum” em Freiburg, primeiro tendo a seu cargo a fase de estudo, a seguir (após a fusão do Convento de Teólogos com o Seminário) responsável pela formação Pastoral após os estudos e da introdução laboral dos Vigários. Em 2001, Michael Gerber foi nomeado Director do Seminário pelo Arcebispo Zollitsch.

Felicitações do Cardeal Marx

O Presidente da Conferência Episcopal da Alemanha, o Cardeal Reinhard Marx, felicitou o futuro Bispo de Fulda. Numa carta de felicitação, o Cardeal Marx escreveu: “Na venerável Diocese de Fulda, tu serás o mais jovem Bispo alemão. Quero agradecer a tua dedicação abnegada e comprometida na nossa Conferência Episcopal”. Por várias vezes o Bispo Auxiliar Michael Gerber interveio nos debates actuais da Assembleia Geral com os seus conhecimentos e a sua vasta experiência pastoral no âmbito do seu trabalho sacerdotal. “A Diocese de Fulda pode sentir-se feliz em saber que o seu futuro Bispo é um Padre espiritual e um bom Pastor no melhor sentido da palavra. Também viveste Jornadas Mundiais da Juventude, assim como, o Congresso Católico de Mannheim, no qual participaste activamente. Precisamente, a tua responsabilidade durante anos como Director do Seminário de Freiburg, foi uma experiência essencial que, sempre puseste em prática nos Conselhos da Conferência Episcopal”, escreveu o Cardeal Marx. A Diocese de Fulda pode sentir-se feliz com um Bispo que se caracteriza pela sua natureza orientada para as pessoas, a sua boa espiritualidade e a sua sagacidade teológica.

Esquiador de fundo – alpinista – activo no Movimento de Schoenstatt

No seu tempo livre, Michael Gerber é um apaixonado pelo esqui de fundo. No verão gosta de ir para as montanhas. Gosta de passar as férias com amigos em Wallis, Suíça, deslocando-se sempre em bicicleta.

Um alicerce importante para o seu trabalho, encontra-o Michael Gerber na espiritualidade do Movimento de Schoenstatt, no qual participou durante o seu tempo de liceu e como estudante universitário. Já, quando adolescente, Michael Gerber recebeu aqui grandes impulsos e, durante os seus estudos universitários entrou para o Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt. Desde 2005 até à sua Ordenação como Bispo, fazia parte dos cinco membros do Conselho Geral desta comunidade mundial de sacerdotes.

Com material da nota de imprensa da Diocese de Feiburg

As nossas felicitações ao novo Bispo e muitas bênçãos para a sua tarefa na Diocese de Fulda.

 

O que motiva Michael Gerber:

A Igreja e todas as comunidades eclesiásticas necessitam de um “núcleo ardente”

 

Original: alemão (13/12/2018). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *