La Plata Covid

Colocado em 2021-04-25 In Artigos de Opinião, Igreja - Francisco - movimentos

Mas como há pessoas que não se convencem por nenhum argumento…

EM TEMPOS DE PANDEMIA, María Fischer •

“Mas como há pessoas que não se convencem por nenhum argumento…”. Monsenhor Victor Manuel Fernandez, Arcebispo de La Plata, parece não só falar sobre e aos fiéis de sua arquidiocese, mas a todos nós que, nestes tempos de pandemia, estamos cansados de combater a epidemia por um lado e, por outro, enfrentar pessoas que questionam todas as medidas que são necessárias, depois de mais de um ano de renunciarmos temporariamente às missas presenciais, procissões, tudo o que amamos e sempre fizemos, e pensando nos mortos, nos doentes, nos trabalhadores da saúde que trabalham no limite e tantos sacrifícios de renúncia às viagens, visitas, reuniões, estudos, casamentos… —

Monsenhor Víctor Manuel Fernández, Arcebispo de La Plata, redigiu 6 pontos que merecem ser meditados, compartilhados e discutidos:

Levando em conta algumas propostas extremas feitas por leigos que são mal orientados por alguns padres, envio a vocês as seguintes considerações

  • Independentemente de se concordar ou não, as autoridades têm o direito de determinar restrições para o bem comum, particularmente quando há sérios riscos para a saúde da população. Neste caso, estamos lidando com um vírus extremamente contagioso, que geralmente não é letal em pessoas saudáveis, mas é letal em pessoas em risco.
  • Os atos litúrgicos têm para nós a formalidade de atos de culto, mas em sua materialidade podem ser aglomerações de pessoas que estão expostas ao contágio e que podem infectar outras. O governo olha para esta materialidade que implica uma exposição ao contágio, e desse ponto de vista, buscando o bem comum, pode estabelecer restrições.
  • Alguns leigos dizem estar prontos para o martírio a fim de não perder a missa, mas esquecem que o próprio Cristo disse “não tentareis o Senhor vosso Deus”. E disse isto quando estava sendo tentado a se jogar do pináculo do templo porque o diabo lhe assegurou que Deus o sustentaria (ler Lucas 4:9-12). Expor-se imprudentemente ao contágio ou infectar os outros, sustentando o argumento de que Deus nos preservará, é tentar a Deus, não é heroísmo. Deus não fornece o que podemos evitar com nossa prudência.
  • Mas como há pessoas que não se convencem por nenhum argumento, devo lembrar que em questões disciplinares sacramentais, que podem ser objeto de opiniões divergentes, é a autoridade religiosa que decide qual disciplina seguir em circunstâncias particulares. O Santo Padre nos pediu que cumpríssemos as decisões das autoridades em matéria de prevenção do contágio, e ele mesmo o fez em sua diocese de Roma, desencorajando a desobediência civil.
  • Mas também, o bispo local, que tem poder e jurisdição direta em sua própria diocese, pode decidir o que considera mais conveniente nas circunstâncias de sua Igreja local. E nas circunstâncias atuais, nas quais La Plata, Berisso e Ensenada encabeçam o nível de contágio não apenas provincial, mas nacional, minha decisão é respeitar os limites determinados pelas autoridades e mais uma vez dispensar todos os fiéis do preceito do domingo, mesmo que não pertençam aos grupos em risco.
  • De qualquer forma, todas as outras precauções sanitárias que já nos comprometemos a cumprir (o uso de máscara na igreja, a brevidade das celebrações, a ventilação durante e após cada celebração, etc.) permanecem vigentes. Peço-lhes que o façam com maior empenho devido ao risco atual de saturação do sistema de saúde e ao esgotamento do pessoal hospitalar, mas também devido ao fato de que muitos dos fiéis se privam de participar da missa por causa da falta de prudência em algumas igrejas.

Obrigado por este esforço. Compreendo os inconvenientes envolvidos, mas não estamos em tempos normais e o bem comum exige maiores sacrifícios do que em tempos normais.

Monsenhor Víctor Manuel Fernández

Arcebispo de La Plata, Buenos Aires, Argentina

 

Original: Espanhol (24/04/2021). Tradução: Luciana Rosas, Curitiba, Brasil

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *