Colocado em 2020-05-30 In Francisco - iniciativos e gestos, Igreja - Francisco - movimentos, Laudato Si

Convidados a participar no Ano Laudato Si’

DILEXIT ECCLESIAM, redacção, com material do Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral (ES) •

Há cinco anos, o Papa Francisco publicou “Laudato Si” e mostrou-nos com uma clareza espantosa que “tudo está interligado”. Acabou de terminar, uma semana Laudato Si’ que nos conectou, virtualmente a milhares de cristãos de todo o mundo, que comunicaram, rezaram e partilharam experiências, “enquanto construímos juntos um mundo melhor”, como expressou Christina Leaño numa carta a todos os que participaram. Agora, o Papa Francisco e o Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral – o Dicastério onde trabalha uma das fundadoras de Schoenstatt em Itália – convidam-vos a participar activa e solidariamente no ano “Laudato Si”, um ano de celebrações da Encíclica do Papa Francisco sobre o cuidado da casa comum. —

 

O facto de o quinto aniversário da Encíclica coincidir com outro momento crítico, o de uma pandemia, torna ainda mais significativa a mensagem profética da “Laudato Si“, porque constitui um guia moral e espiritual para a criação do novo paradigma de um mundo mais solidário, fraterno, pacífico e sustentável. Esta crise é uma oportunidade única para transformar a destruição que nos rodeia numa nova forma de viver: unidos no amor, na compaixão e na solidariedade e numa relação mais harmoniosa com a natureza, a nossa casa comum. O COVID-19 afirmou claramente o quão profundamente ligados e interdependentes estamos todos nós. Para começar a pensar no mundo que virá depois da pandemia, precisamos de uma abordagem integral, “uma vez que tudo está intimamente relacionado, e os problemas de hoje exigem um olhar que tenha em conta todos os factores da crise global”.

Para sublinhar a importância da “Laudato Si” neste período crucial, o Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral estabeleceu que, um ano especial de aniversário da Encíclica será celebrado de 24 de Maio de 2020 a 24 de Maio de 2021. Durante este ano e na década seguinte, preparemo-nos para viver juntos uma experiência de verdadeiro Kairós, que se traduzirá num tempo de “jubileu” para a terra, para a humanidade e para todas as criaturas de Deus.

O Tempo da Criação

Na carta lêem-se propostas concretas: “Inspirados pela Exortação Apostólica ‘Querida Amazónia’, encorajamos o povo de Deus a acelerar os seus passos rumo a novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral, planeando actividades para o Tempo da Criação. Estas poderiam incluir actividades como uma Missa comemorativa ou uma caminhada de peregrinação, práticas de sustentabilidade ou iniciativas de apoio que terão lugar durante este tempo especial, para responder ao “grito da terra e ao grito dos pobres (…) Encorajamos também os Bispos e os corpos eclesiásticos a falarem para aumentar a consciência sobre o Tempo da Criação, ajudar os fiéis a compreender que “ viver a vocação para ser protectores da obra de Deus é uma parte essencial de uma existência virtuosa, e não consiste em algo opcional ou num aspecto secundário da experiência cristã“” (Laudato Si’ 217).

Acabamos de concluir a Semana de Laudato Si , que abriu o ano Aniversário especial da Laudato Si’ com várias iniciativas, incluindo a do Tempo da Criação .

Monsenhor Bruno-Marie Duffé, Secretário do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, acaba de publicar uma carta convidando católicos de todo o mundo a participar do Tempo da Criação . A carta convida calorosamente a Igreja a “unir-se à família ecuménica para celebrar o Tempo da Criação, época que vai de 1 de Setembro, Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, até 4 de Outubro, festa de São Francisco de Assis “.

O Tempo da Criação é um evento anual que incentiva a oração e a ação no nosso lar comum. Nos últimos anos, milhares de católicos nos seis continentes organizaram atividades locais para comemorar o Tempo da Criação. Em 2019, o Papa Francisco emitiu a primeira declaração papal nesta época .

A celebração do Tempo de Criação é especialmente relevante este ano, à luz da pandemia de coronavírus. O Dicastério do Vaticano para o Serviço Integral de Desenvolvimento Humano está atualmente a trabalhar no desenvolvimento de uma resposta abrangente à pandemia, abordando tanto as necessidades imediatas dos que sofrem hoje como a necessidade a longo prazo de criar sociedades mais justas. Como o Papa Francisco disse durante sua audiência geral em 22 de Abril de 2020, no quinquagésimo Dia da Terra: “Como a trágica pandemia de coronavírus nos está a mostrar, somente juntos e assumindo o cuidado dos mais fracos podemos superar os desafios globais” .

O Tempo da Criação é coordenado por uma comissão directiva ecuménica. Mais informações  aqui.

Na Costa Rica, a Comissão “Laudato Si” do Movimento, supostamente a única instância em Schoenstatt que se dedica conscientemente ao tema de cuidar da nossa casa comum, já está a estudar o material oferecido. O grande interesse demonstrado pelos leitores do schoenstatt.org pelo tema da Semana “Laudato Si” e pelos dois artigos publicados pela Costa Rica, assim como o artigo de Bettina Betzner sobre vestir-se com o espírito de “Laudato Si”, dão esperança de que a comissão de “Laudato Si” na Costa Rica continue a ser a primeira em Schoenstatt, mas não a única.

Laudato si’ Ano Aniversário Especial – programa (ES)

 

Original: espanhol (29/5/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Santuário ecológico onde “tudo está interligado”

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *