Colocado em 2020-03-27 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus, Igreja - Francisco - movimentos

Igreja e Schoenstatt em Saída em tempos de streaming

ALIANÇA DE AMOR SOLIDÁRIA EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS, María Fischer •

O mundo inteiro está em alerta sanitário. Um grande número de pessoas no mundo não se pode reunir, nem celebrar, chorar, rir, discutir, dançar, comer ou rezar, fisicamente, juntas. O mundo inteiro está de luto pelos seus mortos, pelos seus doentes, pelos seus idosos ou pelos seus deficientes que ninguém pode visitar. O mundo inteiro está revestido de luzes de esperança, solidariedade, fé.

O Cristo Redentor no Rio de Janeiro

Um mundo inteiro que cancela festas, Missas, casamentos, viagens, eventos desportivos e culturais. Santa Cruz de la Sierra adia a tão esperada bênção do Santuário para uma data que será definida pela MTA. Um mundo inteiro tem medo das consequências laborais e económicas, tanto  pessoais, como globais. Um mundo inteiro que se sente impotente…

Enquanto alguns compram toneladas de papel higiénico, outros compram flores para os empregados das caixas e aplaudem o pessoal de saúde. Enquanto alguns caem em desespero, outros rezam e espalham esperança nos tempos do Coronavírus. O Cristo Redentor no Rio de Janeiro briha com as bandeiras das nações afectadas pelo Coronavírus. Andrà tutto bene, tudo estará bem, dizem-nos os jovens de Schoenstatt de Roma. “Rainha da saúde, reza por nós. Rainha da saúde, conta connosco”, estão a rezar não só em Schoenstatt Espanha, mas em muitos lados.

E os fiéis encontram-se em novas comunidades celebrando a Missa através de streaming em Catedrais, Paróquias, Santuários…sentimos que a Igreja está próxima e que Jesus está presente.

Que não se deixe sozinho o povo santo e fiel de Deus.

Diante do encerramento das igrejas e do cancelamento de todas as Missas com os fiéis, o Papa pediu aos sacerdotes que se esforcem para encontrar maneiras de estar perto do povo e não deixar sozinho o santo povo fiel de Deus.

O Papa foi o primeiro a pregar pelo exemplo. Abriu as portas da sua residência em Santa Marta às câmaras de televisão para que a sua Missa diária pudesse ser seguida em streaming, dia após dia. Reza, em cada Missa, por um grupo atingido pelo Coronavírus e as medidas para conter a pandemia e assim evitar o colapso dos sistemas de saúde; pelos médicos e padres que morreram enquanto ajudavam os doentes do Covid-19; pelos que estão em dificuldades económicas devido ao Coronavírus; pelas vítimas do Coronavírus e as suas famílias; pelas famílias trancadas nas suas casas; pelos médicos e profissionais de saúde que estão a dar as suas vidas…

Enquanto em algumas Dioceses ainda se discutia sobre os aspectos teológicos de oficiar uma Missa em streaming, o Papa simplesmente o fez. E muitos sacerdotes, entre eles também sacerdotes diocesanos e Padres de Schoenstatt, também o fizeram.

A emergência sanitária desencadeou a criatividade de sacerdotes e leigos, e pudemos ver cenas como a do homem que se confessa à distância na rua ou aquele que pediu aos seus paroquianos uma foto para colocar nos bancos da sua igreja. Desta forma, ele rezará por eles e reduzirá simbolicamente a distância.

 

Santuario de Belmonte, Roma

No Santuário de Schoenstatt de Belmonte, Roma, colocaram fotos de membros da Família Italiana, para se sentirem “juntos no Santuário”. A mesma coisa foi feita no Santuário de Munique, Alemanha. No Santuário de Waldstetten, Alemanha, pediram que fossem colocadas fotos dos Santuários-Lar no Santuário.

Maria Paz Leiva já nos falou do pároco que subiu à torre do sino para abençoar o seu bairro com o Santíssimo Sacramento. Muitos padres fizeram isto no Uruguai, Peru, Chile… Há padres que sobrevoam as cidades de helicóptero e abençoam os seus fiéis e todo o povo que luta pela sua saúde. Do Cristo do Deserto, imagem que contempla a zona de El Loa, em Antofagasta (Chile), o Bispo Oscar Blanco Martinez rezou e pediu a sua bênção, com o Santíssimo Sacramento, tanto para os habitantes locais como para o resto das pessoas afectadas pela pandemia da Covid-19. As impressionantes imagens do Cristo Redentor no Rio de Janeiro, iluminadas com as bandeiras e nomes das nações afectadas, já foram gravadas na memória colectiva destes tempos de uma Igreja em saída virtual.

Além disso, foram criadas catequeses, meditações, sermões, orações em aplicações, sites ou canais do YouTube – e, como nos tempos normais, é preciso escolher e discernir o quê e o quanto é bom para a alma em cada momento.

 

Mons. Francisco Pistilli, 25.03.2020

“Senti-me especialmente perto do Santuário Original esta semana, graças à Missa diária”.

“Esta semana senti-me, especialmente, perto do Santuário Original, graças à Missa diária”, comentou Laura Solis, da Guatemala. Ela nunca esteve fisicamente no Santuário Original, mas esta semana pôde visitá-lo todos os dias – ir à Adoração, participar na Missa, rezar. O mais impressionante para ela é a Missa, em espanhol, do Santuário Original.  “A câmara ao vivo é uma bela iniciativa. De nosso Santuário-Lar unimos-nos a todo Schoenstatt na Missa”.

A criatividade pastoral do Reitor do Santuário Original deu a centenas e centenas de schoenstatteanos a possibilidade de “irem todos os dias à Missa” no Santuário Original, em alemão, de manhã, vindos da Europa, e em espanhol (e em inglês, às terças-feiras), à tarde, vindos da Europa/Meio-dia, da América. Uma câmara web transmite ao vivo e ininterruptamente a imagem do interior do Santuário desde as seis da manhã até as oito da noite.

Como em todos os outros Santuários onde a Missa é transmitida ao vivo, e há cada vez mais, a celebração da Santa Missa no Santuário Original é feita à porta fechada e com a presença exclusiva do sacerdote e de um assistente.

O horário das Missas no Santuário Original é:
Segunda-feira a Sábado

8 AM, em alemão
4 PM, em espanhol e às Terças-feiras em inglês (atenção, mudança de hora. A partir de Segunda-feira  30/3, de novo às 5 PM hora local)

Domingos

9 AM, em alemão
5 PM, em espanhol

Atenção para aqueles que visitam, virtualmente, de fora da Europa: no Domingo, 29 de Março, a Europa mudará para a hora de Verão, enquanto vários países da América do Sul mudarão para a hora de Inverno nestas semanas. Será necessário recalcular o horário, já que a diferença é prolongada por uma ou duas horas. Uma maneira prática de fazer isso é digitar no Google “que horas são em Vallendar” e a resposta será a hora no Santuário Original nesse momento. 

Link para a webcam do Santuário Original

Tuparenda

A partir de tantos Santuários

Los Olmos, Pilar, Argentina.

O número de Santuários que transmitem, em directo, uma Missa aos Domingos ou mesmo diariamente, cresce e cresce, e acompanham-na com ideias criativas para criarem comunidade, para despertarem esperança e mostrarem proximidade.

O Santuário de Madrid em Serrano reúne todos os dias cerca de 400 ou mais fiéis de Espanha e de outros países. Várias vezes as leituras e intenções são lidas a partir das casas das famílias, pelos jovens, pelas mães e pelos pais. O Boletim semanal de Schoenstatt Madrid é agora transmitido diariamente para comunicar os links para o YouTube para as Missas, e todos os dias centenas de fiéis em frente aos ecrãs, juntamente com os Padres de Schoenstatt, unem-se na Jaculatória: Rainha da Saúde, roga por nós, Rainha da Saúde, conta connosco.

Durante este tempo de quarentena, o Pe. Marcelo Gallardo celebra diariamente a Missa perto da construção, parada, do futuro Santuário de Los Olmos, em Pilar, Argentina, e a comunidade participa através do Instagram. Prevê-se, e espera-se, que este Santuário seja abençoado no dia 7 de Novembro. “Unimos-nos a Los Olmos! A Mater quererá algo”, comenta Alejandra Kempf, de Santa Cruz de la Sierra, onde tiveram que adiar a tão desejada bênção do Santuário, prevista para o dia 9 de Maio. Agora confiam na “data da Mater”.

Ela disporá. “Esta é a segunda vez que mudamos a data. A primeira foi por causa das eleições, que também poderão ser remarcadas. Se nos puderam acompanhar nos artigos, a conquista foi um pouco “complicada”, pela forma como a nossa imagem chegou do Chile (convulsionada), Bolívia recuperando a democracia com 21 dias em greve cívica e agora o Coronavírus. Continuaremos em oração permanente, até ao Tempo de Deus. Por enquanto #ficamosemcasa e #permanecemosfiéis”, escreve Roberto Henestrosa. “Coragem”, diz-lhes Gonzalo Vega, da Costa Rica, onde sabem o que é esperar por um Santuário. “Será o primeiro Santuário filial abençoado após o tsunami do coronavírus…”

Em Tupãrenda, oferecem-se para enviar as intenções, via web, para as Missas diárias que são transmitidas no Facebook. (ES) “Os noviços de Mendoza fizeram uma formulário semelhante, e isso deu-me a ideia…”, diz o Padre Pedro Kühlcke.

As Missas são transmitidas de Lisboa, Asunción, Austin (Estados Unidos), San José (Costa Rica), Querétaro (México) e Monterrey (México).

“As Missas tiveram um grande efeito. A Missa das Crianças que celebrei no Santuário esta manhã teve mais de mil seguidores”, comentou o Padre José Luis Correa, Costa Rica.

Cada tempo pode ser transformado num tempo de graças.

 

Leitura na Missa dominical, Santuário de Madrid (Serrano)

“De Santuário-Lar em Santuário-Lar”

Uma nova saudação surgiu entre os schoenstatteanos: “Eu te saúdo, de Santuário-Lar a Santuário-Lar”.

Andreza Ortigoza, directora executiva da Dequeni, diz: “Que bom, de Santuário-Lar a Santuário-Lar”. Vês ali a pequena coroa de Dequeni… A partir de casa consagrando o mundo, o Paraguai e as famílias… À tua protecção nos acolhemos, Santa Maria MTA, que nos abrigas sob Teu santo manto…o… Tudo está bem, ‘nada sem ti, nada sem nós’, #FicaEmCasa.  Através do WhatsApp, rezamos diariamente o Ângelus com os nossos colegas de trabalho”.

“Uma consideração também nos pode ajudar”, escreve o Pe. José Luis à Família de Schoenstatt da Costa Rica. “Para nos vincularmos nós e através dos nossos Santuários-Lar e Santuários-Quarto ao Santuário Filial. Desde o início do cristianismo, a casa dos fiéis era uma Igreja doméstica, ‘lar’. Portanto, estar ou permanecer em casa não é privar-se de receber as graças que Deus normalmente nos dá em Templos, Paróquias, Catedrais, Basílicas e Santuários”.

Na Áustria, criaram uma página para partilhar as experiências de viver a Quaresma nos Santuários-Lar.

“Desde a nossa casa… cuidando de nós e pedindo a Deus que nos dê forças para superar estes momentos em que Ele nos está a fazer uma correcção fraterna de que somos pequenos e que a maior coisa que existe deve ser a nossa fé e a nossa dedicação ao nosso marido e aos nossos filhos…”, escreve Fabiola Lacayo, da Costa Rica. “Tenho sentido que Deus, juntamente com a nossa Mater, nos lembra para ‘virarmos os olhos para Eles’ como criancinhas e que, na simplicidade de ouvirmos o vento, os pássaros e o silêncio, os escutamos a Eles”.

 

Costa Rica

A Mãe Peregrina fica… não, não em casa, mas na prisão.

Venezuela

Uma missionária da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt na Venezuela partilha: “Antes de ser declarada a quarentena na Venezuela, a Mater foi acompanhar um casal de irmãos que foram injustamente encarcerados durante dois anos.

Dois dias após a sua chegada à prisão com eles, Gabriela foi libertada, para a glória de Deus e da Mater.

Agora, a Mater continua com ela a rezar pelo irmão, mas, com a quarentena, tudo parou. No entanto, confiamos que a Mãe, Rainha e Vencedora, uma Mãezinha laboriosa, amorosa e terna saberá abrir as portas para o Manuel muito em breve, porque nada é impossível para Deus e a Mater é uma grande intercessora”.

A Mãe Peregrina não fica em casa. Fica na prisão.

 

 

 

 

Igreja e Schoenstatt em Saída em tempos de streaming. Uma coisa nova está a nascer…

Aliança de Amor Solidária em tempos de Coronavírus – todos os artigos

Original: espanhol (26/3/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *