Colocado em 17. Janeiro 2020 In Francisco - iniciativos e gestos, Igreja - Francisco - movimentos

Em Assis mais de 2000 jovens de 115 países para o encontro com o Papa sobre a nova economia

ITÁLIA, Economy of Francesco •

Assis prepara-se para acolher mais de 2000 economistas e empresários com menos de 35 anos de todo o mundo para participarem na “Economy of Francesco”, o evento desejado pelo Papa Francisco para ser realizado de 26 a 28 de Março. Mais de 3300 pedidos vieram de mais de 115 países. A cidade de S. Francisco (Assis) será organizada em 12 “aldeias” que acolherão o trabalho dos participantes sobre os grandes temas e questões da economia de hoje e de amanhã: trabalho e cuidados; gestão e dádiva; finanças e humanidade; agricultura e justiça; energia e pobreza; lucro e vocação; políticas para a felicidade; CO2 da desigualdade; negócios e paz; Economia é mulher; empresas em transição; vida e estilos de vida. —

O horizonte no qual ler a articulação das aldeias é dado pelas palavras do Bispo de Assis, Mons. Domenico Sorrentino: “o desenvolvimento do evento tem uma relação com São Francisco, com a sua experiência de vida e as suas escolhas, que têm valor também na economia”. Foi ele quem escolheu entre uma economia do egoísmo e uma economia de dádiva.

O seu despojamento diante dos olhos do pai e do Bispo de Assis é um ícone inspirador para o acontecimento de Março e é a razão pela qual o Papa o quis em Assis. Esperamos que o clima espiritual desta cidade marque todo o desenrolar do encontro”.

Os participantes da Economy of Francesco são jovens pesquisadores, estudantes, doutorandos; empresários e executivos de negócios; inovadores sociais, promotores de actividades e organizações locais e internacionais; eles lidam com o meio ambiente, pobreza, desigualdades, novas tecnologias, finanças inclusivas, desenvolvimento sustentável: interessam-se pelas pessoas.

“Em Assis os protagonistas serão os jovens, que dirão as suas ideias sobre o mundo, porque já o estão a mudar, em termos de ecologia, economia, desenvolvimento, pobreza. Economy of Francesco – disse o director científico do evento, Prof. Luigino Bruni – será um recipiente de ideias e práticas onde os jovens se encontrarão em “ritmo lento” e terão a oportunidade de pensar e de se perguntar, nas pegadas de S. Francisco, o que significa construir uma nova economia à escala humana e para o Homem.

Três dias que terminarão com a assinatura de um pacto entre os jovens economistas e o Papa Francisco que os convocou a Assis precisamente para ouvir o seu grito de alarme, os seus sonhos”.

“Francisco de Assis era um jovem comerciante, um organizador de festas e um sonhador… como muitos outros hoje. E ainda assim, olhamos para ele com alguma inveja saudável.

Da sua experiência espiritual”, declarou o Custódio do Sagrado Convento, Padre Mauro Gambetti, “surgiu um movimento que contribuiu decisivamente para o nascimento do mercado moderno”. A humanidade, a civilização e o bem-estar cresceram rapidamente depois dele. Porque não? Esta parece ser a provocação do Papa Francisco aos jovens. O desafio é enorme, porque não será vencido graças à competência, à genialidade ou à imitação de alguém – mesmo São Francisco -. O desafio é tão grande quanto a confiança depositada nos jovens.

Ouvir os desejos mais profundos do coração e a capacidade de se decidir pelas coisas que interessam – paradoxalmente, não pelo dinheiro – abrirá o caminho para uma nova economia. Nós acreditamos nisso”.

“A Cidade do nosso Santo é o lugar natural para inspirar um evento que visa fazer um pacto entre jovens economistas e empresários para dar uma alma à economia de amanhã, baseada na fraternidade e na equidade. A “convocação” veio directamente do Papa que, recordando o Santo de Assis, nos convida a exaltar o seu exemplo, por excelência, na proteção dos últimos da terra, na atenção aos fracos e pobres e na necessidade de uma ecologia integral.

A cidade de Assis estará pronta para o encontro de Março e estará pronta com toda a sua força simbólica e moral e com a coerência à mensagem “franciscana” de toda a sua comunidade. A Economy of Francesco deve falar a todos, e todos devem sentir-se envolvidos e participar de um evento excepcional e histórico. Porque o papel de Assis, reconhecido também pelo Papa com este encontro, é o de “cidade-mensagem” líder de uma mudança que finalmente passa das palavras aos actos – disse a Presidente da Câmara de Assis, Stefania Proietti”.

O evento é organizado pela Diocese de Assis, pelo Instituto Seráfico, pelo Município de Assis e pela Economia de Comunhão, em colaboração com as Famílias franciscanas.

Foi anunciado pelo director responsável pela comunicação da Economy of Francesco, Padre Enzo Fortunato.

Os números

3300 pedidos de participação

2000 jovens acreditados – Mulheres 41%, Homens 56%

115 Países

Os participantes mais jovens têm 12 anos e vêm da Eslováquia e da Tailândia.

Nações mais representadas: Itália, Brasil, EUA, Argentina, Espanha, Portugal, França, México, Alemanha, França, Grã-Bretanha.

Mais de 80 eventos preparatórios

12 aldeias

O evento

O evento Economy of Francesco terá início na quinta-feira, 26 de Março. Os Prémios Nobel Amartya Sen e Muhammad Yunus vão abrir oficialmente o evento de três dias com jovens economistas e empresários. Aos já conhecidos palestrantes (Kate Raworth, Jeffrey Sachs, Vandana Shiva, Stefano Zamagni, Bruno Frey, Anna Meloto, Carlo Petrini), juntaram-se o economista Juan Camilo Cardenas, as filósofas Jennifer Nedelsky, Cécile Renouard, e Consuelo Corradi. E também especialistas em desenvolvimento sustentável, inteligência artificial e empresários de renome internacional, incluindo John Frank, da Microsoft e o empresário Brunello Cucinelli. Todos os oradores irão discutir com os jovens numa ampla variedade de sessões plenárias e paralelas.

O encontro de 26, 27 e 28 de Março será precedido por um pré-evento nos dias 24 e 25 de Março, com 500 jovens economistas e empresários – representando diferentes regiões geográficas, culturas e áreas de pesquisa e negócios – que trabalharão em preparação para o evento principal.

Durante o dia de encerramento, os jovens “encontrarão” o Papa Francisco para fazer um pacto solene com ele, assegurando o seu compromisso de mudar a economia actual e dar uma alma à economia de amanhã.

As aldeias

Ao longo do dia haverá a possibilidade de entrevistas pessoais com economistas, empresários, filósofos, banqueiros, frades, sociólogos, gestores, inovadores, freiras. Uma área permanente de incubação de ideias-projetos-rede está disponível. Visitas pessoais a lugares franciscanos até altas horas da noite e de manhã cedo.

A voz dos jovens

Valentina, 28 anos, pesquisadora da Universidade de Oxford, lida com economia comportamental e economia do desenvolvimento e escreve: “Senti o convite de Francesco como um chamamento, um convite para ‘dar a  cara’. A minha vocação é esta: estudar, pensar. Tenho o privilégio de o poder fazer. Creio que este é um momento histórico em que devemos estar presentes.

Francisco chama os jovens, procura o seu entusiasmo, paixão, pensamento. Quero ouvir as experiências dos outros, aprender com eles e ter tempo para parar e reflectir sobre o futuro da nossa “casa comum”, colocando as minhas capacidades como economista ao serviço da comunidade. Eu gostaria de participar de um evento onde as perguntas, e não as respostas, são a chave”.

Steve dos Camarões, 27 anos, um pequeno empresário, diz: “Participar na Economy of Francesco significa assumir o compromisso de construir outra economia”. Estarei em Assis para viver uma experiência e depois poder partilhá-la com os outros jovens do meu país, Camarões e África como um todo”.

Todas as informações estão no site www.francescoeconomy.org

Foto: iStock Getty Images ID:666675890, bluejayphoto. Licensed for schoenstatt.org

Original: italiano (12/1/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *