Colocado em 7. Abril 2018 In Igreja - Francisco - movimentos, S18 colaboração, sinodo18

“Os jovens de hoje anseiam por uma Igreja que seja autêntica”

RUMO AO SÍNODO DA JUVENTUDE, redacção •

Na manhã do sábado, 24 de Março, terminou a reunião pré-sinodal com a aprovação do Documento com as propostas que os jovens apresentam à Igreja para o próximo Sínodo dos Bispos. Ao terminar a celebração da Missa de Domingo de Ramos, o Santo Padre Francisco recebeu das mãos de um grupo de jovens que, participaram na Reunião Pré-Sinodal, o Documento conclusivo desta semana de trabalhos que terminou em 24 de Março. Como é seu costume o Pontífice não poupou saudações, sorrisos e selfies. —

Misa Domingo de Ramos

 

No Documento afirma-se que “os jovens de hoje anseiam por uma Igreja que seja autêntica. Queremos dizer, especialmente, à hierarquia da Igreja que deve ser uma comunidade transparente, acolhedora, honesta, atractiva, comunicativa, acessível, alegre e interactiva”.

Uma Igreja em saída

“Gostaríamos que a Igreja viesse ao nosso encontro naqueles lugares onde, actualmente, a Sua presença é pequena ou nula. Sobretudo, o lugar onde queremos ser encontrados pela Igreja é na rua, onde estão todas as pessoas. A Igreja deveria procurar formas novas e criativas de sair ao encontro das pessoas nos locais em que elas se sentem mais à vontade e, onde naturalmente socializam: nos bares, cafés, parques, ginásios, estádios e em todos os centros culturais e populares. Também devem ser tidos em conta aqueles lugares menos acessíveis como o são: o mundo militar, o mundo laboral e rural. Além destes âmbitos, precisamos da luz da fé em lugares mais difíceis como: nos orfanatos, hospitais, bairros marginalizados, regiões destruídas pela guerra, prisões, centros de reabilitação e “zonas J”.

As histórias reais e a internet, como lugares para a Nova Evangelização

O Documento merece ser lido, estudado e meditado na sua totalidade, não só, pelos Padres Sinodais mas, por todos aqueles que querem uma Igreja jovem, uma Igreja que saiba atrair os corações jovens. Há uma frase no fim do Documento que faz bater os corações dos protagonistas de schoenstatt.org e da Comunicação Kentenichiana:

As histórias pessoais, na Igreja, são caminhos eficazes de evangelização visto que são experiências pessoais e verdadeiras que não podem ser debatidas”

E:

A Igreja deve ver a tecnologia – particularmente a internet – como um lugar fecundo para a Nova Evangelização”

No fim da Homilia da Missa de Domingo de Ramos o Papa Francisco convidou os jovens a gritarem “decidi-vos antes que gritem as pedras…”

E no vosso caso, queridos jovens, a alegria que Jesus suscita em vós é, para alguns, motivo de fastídio e também irritação, porque um jovem alegre é difícil de manipular. Um jovem alegre é difícil de manipular (…)

Calar os jovens é uma tentação que sempre existiu. Os próprios fariseus inculpam Jesus, pedindo-Lhe que os acalme e faça estar calados”.

Há muitas maneiras de tornar os jovens silenciosos e invisíveis. Muitas maneiras de os anestesiar e adormecer para que não façam «barulho», para que não se interroguem nem ponham em discussão. «Vós… calai-vos!» Há muitas maneiras de os fazer estar tranquilos, para que não se envolvam, e os seus sonhos percam altura tornando-se fantastiquices rasteiras, mesquinhas, tristes.

Neste Domingo de Ramos, em que celebramos o Dia Mundial da Juventude, faz-nos bem ouvir a resposta de Jesus aos fariseus de ontem e de todos os tempos (também os de hoje): «Se eles se calarem, gritarão as pedras» (Lc 19, 40).

Queridos jovens, cabe a vós a decisão de gritar, cabe a vós decidirem-se pelo Hossana do domingo para não cair no «crucifica-O» de sexta-feira… E cabe a vós não ficar calados. Se os outros calam, se nós, idosos e responsáveis (tantas vezes corruptos), silenciamos, se o mundo se cala e perde a alegria, pergunto-vos: vós gritareis? Por favor, decidi-vos antes que gritem as pedras…”

 

Participantes del Pre-Sínodo

Os jovens que participaram no Pré-Sínodo

O Texto integral do Documento conclusivo da reunião pré-sinodal ainda não foi traduzido para português

Neste link encontram-se as traduções oficiais em inglês, espanhol e italiano

Original: espanhol (25/3/2018). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal. Homilia do Santo Padre: vatican.va

 

 

 

 

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *