Colocado em 21. Fevereiro 2017 In Dilexit ecclesiam, Igreja - Francisco - movimentos

Papa Francisco: Reforma ou Revolução?: dois dedos de conversa sobre o Papa e o seu Papado com Javier Martínez-Brocal

ITÁLIA, Pamela Fabiano – dirigente da Juventude Feminina em Itália •

A Igreja de Santa Catarina e S. Francisco, Padroeiros da Itália é a Paróquia romana onde vivem os Padres de Schoenstatt. Nesta igreja em frente da estação Trastevere desenrolam-se muitas das actividades do Movimento italiano e, em particular, aqui se encontram os jovens que animam os vários grupos que, nestes anos, se têm desenvolvido graças à tenacidade e ao compromisso constante dos Padres, das Irmãs. GIURCAP é um destes grupos. Os jovens estudantes da Faculdade de Direito da Universidade de Roma Tre, reuniram-se em grupo há mais de dez anos e têm encontros regularmente na Capelania da Faculdade orientados pelo Pe. Alfredo Pereira, Capelão da Faculdade. Muitas iniciativas são levadas a cabo por eles e, entre estas, também uma série de encontros de formação e culturais, tanto na Faculdade como na Paróquia.

Há dois Domingos atrás, GIURCAP organizou e acolheu na Paróquia dos Santos Padroeiros, o encontro com o vaticanista espanhol Javier Martínez Brocal sobre “O Papa Francisco”: “Reforma ou Revolução?”

Director de RomeReports agência noticiosa especializada em informação com cobertura total do, no e sobre o Vaticano, Javier Martínez Brocal, actualmente segue todas as notícias relativas ao Papa, acompanha o Santo Padre em muitas viagens apostólicas no avião papal e, é autor do livro “O Papa da Misericórdia”, editado pela Planeta em língua espanhola que já vai na sua terceira edição.

Como Igreja, somos chamados a viver o que nos ensina o Evangelho

Depois de ter concelebrado a Missa Dominical, numa sala cheia e num ambiente muito informal e divertido, Javier perturbou os jovens presentes com uma avalanche de histórias, experiências pessoais e de trabalho, fixando-se na passagem do Papa Bento XVI para o Papa Francisco, sobre o Conclave vivido na linha da frente como vaticanista, acrescentando muitas anedotas divertidas e curiosas sobre as suas viagens no avião papal na América – Paraguai, Cuba, México.

Sobre a pergunta provocadora “Papa Francisco”: Reforma ou Revolução?” que tanto apaixona os católicos italianos, Martínez Brocal quis dar uma resposta articulada e, ao mesmo tempo, de compreensão simples: Francisco é, simplesmente, um Papa livre que se arrisca pessoalmente sobre o que diz, que tem um sexto sentido, um faro especial para descobrir quem sofre e quem tem uma dor no coração. Um Papa, explicou ainda Javier que, está preocupado com aquilo que chama globalização da indiferença, por isso exorta, constantemente, os católicos a olharem nos olhos toda a realidade da “indiferença” para poderem estar onde é mais necessário, para ouvir, acolher, curar. Os cristãos são aqueles que seguem Cristo: fazer tudo como Ele é a nossa única aspiração e o Papa recorda-no-lo todos os dias. Como Igreja somos chamados a viver o que nos ensina o Evangelho. E o Papa “espicaça-nos”, interroga-nos para nos fazer estar sempre em tensão em relação ao próximo, a acolher, a abraçar. As perguntas foram muitas – algumas por parte de pessoas adultas que não quiseram perder a ocasião de conversarem livremente com um vaticanista tão notável – e o tempo à nossa disposição desapareceu com a promessa de não perdermos de vista o trabalho do Javier e de o convidarmos, de novo, no futuro.

Uma curtíssima nota de quem escreve: queria ter levado comigo o livro “O Papa da Misericórdia” para lhe pedir que o autografasse…mas esqueci-me. Que pena! Estou a lê-lo e acho que é uma maneira óptima para nos adentrarmos na pessoa deste nosso Papa, compreender o segredo de tanto afecto por parte de muitos e derrubar alguns inúteis e vãos preconceitos sobre o Papado que estamos a viver.

 

 

www.romereports.com

Segui GIURCAP su Facebook

Original: italiano. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,