Jubileo 2014 Categoria

HUNGRIA; Erika e Karl Varga/mkf. Ainda que o Símbolo do Pai se encontre já há muito em terras polonesas, na Hungria, onde por mais de três semanas peregrinou de Santuário-Lar em Santuário-Lar, deixou porém rastos permanentes de sua presença. A Hungria é um dos países não visitados por este Símbolo - um presente do próprio Pe. Kentenich à Família de Schoenstatt - por ocasião de sua primeira peregrinação mundial, ocorrida em 1969, depois do falecimento do fundador, porque, nessa ocasião, Schoenstatt ainda não marcava presençaLeia mais
HUNGRIA, Barbara e Gabor Szelestei. Em 28 de fevereiro derradeiro, com a cerimônia de entrega do Símbolo do Pai à delegação da Polônia, chegou a seu término a peregrinação do Símbolo do Pai em terras húngaras, havendo sido Cserszegtoma a derradeira estação desta peregrinação. Em 26 de fevereiro, o casal Attila e Alíz Jagicza chegou a Cserszegtomaj, em companhia do Símbolo do Pai. Das dez famílias que vivem nas imediações, haviam-se reunido mães, pais e filhos para recepcionar o Símbolo. Estes cantaram, rezaram e escutaram a história doLeia mais
HUNGRIA, Ir. Gertrud-Maria Erhard. "Estávamos sentados em nosso Santuário-Lar, onde esteve desta vez de visita o Símbolo do Pai, como casais fatigados e apreensivos", assim narra István Endrédy, vereador de Budapest. "Transcorrido o encontro de nosso grupo de casais, sentimo-nos "refrescados". No dia seguinte, excepcionalmente, não tive de ir trabalhar, o que , uma vez mais, ocasionou uma ótima conversa conjugal como já há muito não tida - talvez a devemos à visita do Símbolo do Pai..."Leia mais
mkf. É pela primeira vez que neste ano a Santa Missa da Família de Schoenstatt em sua caminhada rumo a 2014, neste dia 27 de fevereiro, celebrada às 7h15 no Santuário Original, principia à luz dos primeiros raios de sol, e que defronte do Santuário Original florescerem delicadamente algumas campânulas brancas. Esta foi também a última vez que as jovens chilenas, que desde o início de janeiro se encontravam em Schoenstatt, participaram desta Santa Missa no Santuário Original, celebrada aos sábados pelas intenções de 2014, desde a nomeação da Comissão 2014.Leia mais
HUNGRIA, Barbara Szelestei. No dias 6-7 de fevereiro derradeiro, a Família de Schoenstatt húngara recebeu em Schoenstatt o Símbolo do Pai das mãos da Família Schoenstattiana porto-riquenha. A partir de 7 de fevereiro, o Símbolo do Pai deu início à sua peregrinação em terras húngaras, peregrinado de Santuário-Lar em Santuário-Lar ao longo de uma semana. Na madrugada de 14 de fevereiro foi levado para o Santuário de Óbudavár, o único Santuário de Schoenstatt existente na Hungria, onde, entre cânticos e orações, foi porLeia mais
mkf. “A missa pelo Chile foi muito bonita, estive acompanhando pela internet durante a madrugada. Impressionante a neve que estava caindo afora!”, escreveu Cássio Leal, conectado com o Santuário Original desde São Paulo, Brasil, às três da manhã. E realmente foi impressionante. E não somente pela neve que da noite para o dia trouxe novamente o inverno a Schoenstatt. Impressionante foi a quantidade de corajosos que apesar do frio encheram o Santuário para celebrar, há uma semana do terremoto e exatamente à mesma hora em que aconteceu o tremor, aLeia mais
Carolina Koestner. De bom agrado, Luis e Teresita Pérez, de Porto Rico colocaram-se à disposição do PressOffice para conceder uma entrevista a respeito de suas vivências com a visita do Símbolo do Pai a Porto Rico - desde a ida ao Texas para buscar o Símbolo do Pai até a cerimônia de entrega às famílias húngaras, ocorrida no Santuário Original. Como as famílias acolheram o Símbolo do Pai, e como este foi dado a conhecer aos diversos grupos são alguns dos assuntos que constituemLeia mais
mkf. "Quantas destas Missas iremos ainda celebrar até 18 de outubro de 2014?" Esta pergunta formulada pelo presidente da celebração causa um espontâneo e fatigante cálculo mental a todos os fiéis presentes. "Na Sexta-Feira Santa não há celebração da Santa Missa", acrescenta o Reitor Engo Zillekens, sorrindo; e agora o cálculo mental converte-se em suspiro coletivo. Portanto, 200 Missas, pelo menos... Por conseguinte, iremos ainda celebrar, pelo menos, 200 vezes esta Santa Missa aos sábados de manhã no Santuário Original pelas intenções dosLeia mais
mkf. Do calor de Porto Rico para a neve da Alemanha, de uma despedida com Irmãs de Maria abrindo alas com cravos vermelhos na mão, na capela do aeroporto, para uma simples e quase desapercebida entrada procissional no Santuário da União das Famílias de Hillscheid, ocorrida de madrugada, o Símbolo do Pai torna-se neste dia 7 de fevereiro - precisamente um ano depois do dia do encerramento da Conferência 2014 com a apresentação da Mensagem 2014 e com a cerimônia de envio no Santuário Original -Leia mais
PORTO RICO, Solmarie Sotelo. "Chegou o momento mais triste...", assim diz uma canção, e foi o sentimento que deveras reinava na despedia do Símbolo do Pai em Porto Rico. Neste símbolo, encontra-se representada a Santíssima Trindade, estando ao mesmo tempo representado o olhar paternal-pessoal de Deus. Foi o próprio Pe. José Kentenich quem escolheu ser representado no Símbolo do Pai quando uma família lhe perguntou em qual símbolo gostaria ele de ser representado no Santuário-Lar.  Leia mais