Colocado em 2015-03-15 In Comunicação

Francisco de Buenos Aires

ARGENTINA, Maria Fischer. Francisco de Buenos Aires é um documentário que tem por objetivo retratar a vida de Jorge Mario Bergoglio a partir do ponto de vista de seus entes queridos e daqueles que mais o conhecem. Às vésperas do segundo aniversário da eleição do Cardeal argentino como Papa, esse filme chega aos cinemas da Argentina e se propõe fazer conhecer o Papa Francisco por meio de sua vida, de suas palavras e do testemunho daqueles que mais o conhecem. Porém, fundamentalmente, por sua gestão nos dois primeiros anos de seu papado, das medidas de fundo que adotou e seus resultados.

Seu diretor, Miguel Rodríguez Arias, antecipou o que se pode ver: “Aqui, não sabíamos que trabalhava nas vilas miseráveis (bairros pobres), que criou ali um vicariato, que era um homem de grande coerência entre o discurso e os atos”. O roteirista trabalha no documentário desde que Bergoglio foi eleito pontífice, em março de 2013, e guarda com muito carinho um arquivo classificado com todas as homilias e discursos de Bergoglio desde 1998, quando assumiu o posto de arcebispo de Buenos Aires.

Coerência entre palavras e atos

Miguel Rodríguez Arias mostra alguns fatos de seu estilo de vida em Buenos Aires: “Viajar de ônibus ou de metrô, embora preferisse o ônibus, porque lhe permitia estar com as pessoas; viver em um pequeno quarto, muito pequeno mesmo, no Arcebispado, na Plaza de Mayo [Praça de Maio, centro de Buenos Aires]”.

Uma hora de documentário com os acontecimentos mais familiares contados por María Elena Bergoglio, a única sobrevivente de seus quatro irmãos: “Ela conta sobre sua infância, que tipo de leitura costumava ler, sua paixão pelos esportes ou que, por exemplo, escutava árias de ópera com a mãe e ia com toda a família assistir filmes italianos”, conta o diretor.

Entre os participantes do documentário, está o Cardeal Jorge Mejía, um dos amigos mais próximos do Papa, e do Bispo Darío Viganó, além de outros quinze entrevistados na Argentina e outros tantos na Itália, entre amigos e jornalistas.

Miguel Rodríguez Arias é bem conhecido pelos argentinos, uma vez que nos anos 90 iniciou um ciclo que se chamou “Las patas de la mentira” [As patas da mentira], na qual mostrava os atos falidos dos políticos: http://www.ridriguezarias.com/prensa/Bendito.pdf. É licenciado em Psicologia, produtor de TV, diretor de cinema, jornalista, investigador.

Desde ya: para verla.

“Parece ser bom. Com certeza, é preciso assistir”, disse Juan Zaforas, de Madri, depois de assistir o trailer; uma colaborada da Argentina comenta: “Ao ver o trailer, me impressionou o título: Francisco de Buenos Aires… Não apenas é o nome da cidade onde nasceu e viveu, como também trouxe ‘buenos aires’ [ares novos], renovadores e atuais a toda a Igreja”.

Claudia Echenique, de Buenos Aires, comenta: “Desde o mês de janeiro, em Buenos Aires, estão sendo exibidos outros dois filmes argentinos sobre a vida do Papa Francisco, com atores participando. Que bom que o primeiro a estrear seja um documentário”.

Adolfo C. Martínez, colunista do diário La Nación [A Nação], Argentina, comenta: “Entre os entrevistados, encontram-se desde sua irmã María Elena, até a jornalista Elisabetta Piqué, correspondente do La Nación na Itália e autora de uma biografia do Papa”.

Por meio de suas recordações e suas análises, delineia-se o rumo de seu papado: progressista no sentido social e muito restrito em relação à corrupção e falta de humildade e valores entre os integrantes da Igreja.

O resultado é um filme apaixonante, que destaca o perfil político do Papa e, por outro lado, é biográfico ao retratá-lo em sua casa natal de Flores, em seu trabalho como bispo humilde, em sua simpatia pelo futebol, valendo-se de imagens de suas homilias e fragmentos de noticiários. Impecável em sua faceta técnica, esse documentário fala não apenas desse Papa que hoje é admirado pelo mundo todo, mas também do homem que conhece, de primeira mão, as necessidades da humanidade”.

Com material de Aleteia.org

 

Trailer do documentário

 



Get your own valid XHTML YouTube embed code

Original em espanhol. Tradução: Maria Rita Fanelli Vianna – São Paulo / Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *