ser pesebre ser santuario

Posted On 2023-12-27 In Artigos de Opinião

Ser manjedoura… Ser Santuário

ARGENTINA, Claudia Echenique •

Nestes dias de tantas mensagens e felicitações de Natal e de Ano Novo, recebi uma que me chamou a atenção. Fez-me deter no turbilhão do meu trabalho e parar uns minutos para a ler devagar, para a saborear. “Ser manjedoura” é o seu título e, apesar de o ter pesquisado no Google, não consegui descobrir quem é o seu autor. —

Ser manjedoura

A manjedoura pode ser considerada como uma disposição do coração.

A manjedoura não possui riquezas, não ostenta, não sobrecarrega.

Não tem portas, não tem chaves, nem palavras-passe, nem senhas.

Não tem exigências.

Está apenas ali, à disposição de quem precisa de alojamento, de refúgio ou de uma pausa no caminho.

Ser manjedoura no caminho de alguém.

Alojar sem pedir, sem esperar nada, sem julgar.

Alojar e deixar ir.

Oferecer a água que alivia.

Ou as palavras certas.

Ou um abraço silencioso.

Porque todos nós, em algum momento do nosso percurso, precisámos de uma manjedoura.

Porque ser uma manjedoura é uma oportunidade para nos sentirmos próximos.

Para recuperar o sentido num mundo sem sentido.

Para nos sentirmos novamente unidos.  

Ser manjedoura para os outros

Mais tarde, li-o mais uma vez. E, no final do dia, levei-o para a minha oração no Santuário-Lar. Ser manjedoura levou-me a pensar em Santuário.

Voltei a ler o texto, mudando a palavra manjedoura para Santuário. Como chegamos lá, para onde vamos, o que encontramos, o que levamos de lá. Tal como na manjedoura, no Santuário vamos visitar o seu Filho que nos diz: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11,28). E a Mãe espera-nos, abriga-nos, transforma-nos e envia-nos a ser manjedoura para os outros. Schoenstatt em saída.

Ser manjedoura… Ser Santuário….

Ser manjedoura para que Jesus nasça em cada pessoa nesta noite de Natal.

Ser um Santuário para que cada peregrino possa encontrar a Mãe e o Filho quando vierem até nós, quando nos encontrarem.

A manjedoura recorda-me e reacende em mim a essência do nosso Santuário de Schoenstatt (Original, Filial, Lar, Trabalho, Coração).

Que nesta noite de Natal sejamos manjedouras/Santuários para aqueles que vêm até nós.

Feliz Natal para todos!

pesebre santuario

Desenho: Claudia Echenique

Original: castelhano (23/12/2023). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Tags : , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *