Colocado em 17. Julho 2017 In Vida em Aliança

Joga como titular a partida da tua vida

PARAGUAI, Mauricio Talavera •

“São muitos os fins de semana que tens na tua vida, mas apenas um para parar a bola. “Joga como titular a partida da tua vida”, dizia o convite para o “RETIRO TESTEMUNHOS DE VIDA”, que teve lugar na Casa de Retiro José Kentenich de Tupãrenda.

Convite ao qual dezenas de jovens responderam para se sentirem parte ativa de uma mudança a partir dos seus espaços de participação. O encontro viveu-se no meio de um ambiente futebolístico e esteve focado na juventude masculina, membros ou não do movimento de Schoenstatt.

Como em qualquer campo de futebol, os jogadores eram diversos, na idade, situação, experiências, dificuldades, pontos de vista e com uma historia familiar por trás, mas que sobretudo, procuravam afastar-se da massificação juvenil tão comum nestes tempos.

O objetivo foi o de aprofundar distintos temas, tanto espirituais, como os que geram um impacto social. Os testemunhos altamente enriquecedores, contados pelos jovens e para os jovens foram o aditamento que nos ligou uns aos outros na semelhança de circunstancias, que de uma ou outra forma nos envolveu amplamente durante os três dias; não só pelas nossas vivências pessoais, mas também pela experiência de amigos, vizinhos e parentes que estão nas mesmas condições e em quem encontramos irmãos em Cristo e na MTA.

Profissionais e especialistas no campo de futebol

Este ano estive na equipa organizadora e fui um dos “DT” (Diretor Técnico ou Treinador da equipa), entusiasmado por poder dar o meu testemunho de introdução, as minhas vivencias e experiências dentro do movimento; para além de dar o “pontapé” inicial deixando claro as regras para que o “jogo” tivesse lugar.

A equipa foi formada por 16 pessoas, preparámo-nos em aproximadamente 45 dias, onde coordenámos tanto a parte logística com a equipa de “exteriores” como o conteúdo das conferências e outras atividades, apesar de existir já um esquema que ajuda a seguir uma linha parecida todos os anos. Pela sua parte o Padre Santiago Cacavelos foi um grande “profissional” no campo de futebol, já que nos acompanhou ao longo de todas as “partidas” e soube transmitir uma mensagem de entrega e amor à Igreja, que sem dúvida, deixou marcas profundas em todos.

A Mater chama-nos e temos que lá estar. Quando Jesus nos chama, nem sempre estamos preparados ou quase nunca, mas confiar em que sim Ele tem a certeza que nos quer chamar, nós também podemos ter a certeza do trabalho que vamos realizar. Poder partilhar e transmitir o que viveram e vivem os rapazes da  Juventude Masculina é uma grande alegria, comove poder ter a possibilidade de deixar algo nos seus corações.

Fonte: Revista Tupãrenda, junho de 2017

Original: espanhol. 15.07.2017. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *