Colocado em 8. Junho 2017 In Vida em Aliança

Em Portugal realizou-se o I Encontro Mundial dos Homens de Schoenstatt

PORTUGAL, por Lena Castro Valente •

De 28 a 31 de Maio de 2017 teve lugar em Portugal – Gafanha da Nazaré, Aveiro – o I Encontro Mundial dos Homens de Schoenstatt. Presentes quase 40 Homens oriundos do Chile, Argentina, Paraguai, Alemanha, Espanha e Portugal. No sentir e no dizer de todos eles, este constituiu um primeiro e importante passo para o desbloquear das fronteiras entre as diferentes Comunidades de Homens dentro do Movimento. Conhecerem-se, irmanarem-se numa missão comum com o anseio de fazerem mais e melhor…dentro do carisma de Schoenstatt e segundo a visão que o Pai-Fundador tinha para a Coluna dos Homens.

Chegada a Lisboa

No dia 28 de manhã começaram a chegar ao Santuário de Lisboa (Santuário Cenáculo da Família do Pai) os que vinham de fora do país. Depois do almoço todos se juntaram aos Homens do Ramo de Lisboa e aos de Aveiro – vindos especialmente a Lisboa para darem as boas-vindas aos visitantes. Às quatro horas da tarde foi celebrada a Missa de Acolhimento e Envio para o início dos trabalhos, cuja organização esteve a cargo de Lisboa e à qual presidiu o Pe. José Manuel Aravena, chileno, Assessor do Ramo dos Homens de Lisboa. Terminada esta, todos se dirigiram, em autocarro, para o Santuário da Gafanha da Nazaré (Tabor da Mãe da Igreja), em cujas instalações ficaram alojados e onde se desenrolou o Encontro. A língua oficial foi o espanhol.

As actividades do Encontro

Todos os dias, muito cedo, tinham encontro marcado no Santuário para as orações da manhã. Ao longo do dia o Santuário também era o lugar da comunhão para a celebração da Santa Missa – presidida no dia 29 pelo Assessor dos Homens de Aveiro, Pe. Carlos Alberto, no dia 30 pelo Pe. Herbert King e no dia 31, de novo, pelo Pe. José Manuel Aravena – e para a Adoração do Santíssimo Sacramento.

A primeira reunião ocorreu no dia 29 de manhã e consistiu na apresentação dos diferentes países presentes – quem eram, quais as actividades desenvolvidas e quais os objectivos que tinham para as suas Comunidades – a que se seguiu de tarde uma confraternização turística, para melhor se conhecerem entre todos, que os levou em passeio de barco pelas rias de Aveiro (considerada a Veneza de Portugal), à Fábrica dos Doces de Ovos-moles[1] – a grande especialidade de Aveiro – e à Fábrica e Loja da porcelana Vista Alegre que foi fundada no século XIX.

No dia 30 receberam a visita do Sr. Bispo de Aveiro, D. António Manuel Moiteiro Ramos – o Santuário da Gafanha da Nazaré foi há vários anos elevado a Santuário Diocesano, local de peregrinações da Diocese – que foi tomar o pequeno-almoço com eles e lhes fez uma alocução sobre o papel do Leigo na Igreja. Terminado este, foi a vez do Pe. Herbert King – sacerdote convidado para fazer a conferência que dava a tónica a todo o Encontro e que conheceu pessoalmente o Pe. Kentenich – falar sobre o 31 de Maio. Desde as dez e meia até à uma da tarde foi o Tema que os ocupou. Após o almoço reuniram-se em grupos para debater sobre o futuro comum da Coluna dos Homens à luz do 31 de Maio e tirarem as conclusões que pretendem implementar daqui para a frente.

No dia 31 celebraram a Eucaristia da Visitação de Nossa Senhora e do 31 de Maio no Santuário finda a qual, se dirigiram para Fátima onde terminaria o Encontro. A Capelinha das Aparições, os Túmulos dos Videntes de Fátima na Basílica Velha e a Basílica nova da Santíssima Trindade foram locais de visita e oração obrigatórios. O Terço em conjunto foi rezado na lindíssima Capela de S. José onde apenas se entra com marcação prévia.

As conclusões

Para além de várias acções aconselhadas: no campo da oração – rezarem por todos os pedidos de Homens, pelos novos Santuários a serem fundados, etc., – e no campo do apoio individual e institucional, também apuraram várias preocupações comuns como: a Universidade Mariana, a Escola de Dirigentes, um Centro de Espiritualidade e a promoção do conhecimento de modelos masculinos do Movimento como: João Pozzobon e Mario Hiriart.

Decidiram constituir uma base de dados dos Homens de Schoenstatt – tendo sido atribuído ao Chile o encargo pela América do Sul, a Portugal a Europa Latina, à Alemanha o resto da Europa e aos Irmãos de Maria o resto do mundo. Vão criar uma página web, ou um Blog ou FaceBook, para poderem estar em permanente contacto entre todos, sendo, provavelmente o dinamizador inicial um português.

O II Encontro Mundial realizar-se-á no Chile em 2019 – aproveitando os 70 anos do 31 de Maio – em data a definir, provavelmente durante a primavera na América do Sul.

[1] Estes Doces são originários do Convento de Jesus – a maior parte da doçaria portuguesa provém dos Conventos onde eram elaborados pelas freiras – e, segundo a tradição já eram fabricados no sec. XVI

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *