Colocado em 7. Janeiro 2018 In Missões

Missionar sem ir as Missões Familiares

ARGENTINA, Lilita e Carlos Ricciardi •

No dia da Aliança, segunda-feira 18 de dezembro, no Santuário da Liberação do Pai, La Plata, Argentina, iniciou-se a corrente de Oração pelas Missões Familiares Marianas Argentinas do Movimento Apostólico de Schoenstatt. Esta se realizará em Ranchos, estado de Buenos Aires, de 21 a 28 de janeiro de 2018 com famílias que pertencem a Família Diocesana de La Plata, com 20 anos de missões, e em Seguí, Estado de Entre Ríos de 22 a 28 de janeiro de 2018 com famílias que pertencem a Família Diocesana do Paraná, com 10 anos de missões. Com elas, rezamos pelas outras Missões Familiares do pais.

O que são as Missões Familiares?

Um grupo de matrimônios que com seus filhos e outros jovens vão missionar em família e para as Famílias, destinando parte de suas férias a esta nobre tarefa apostólica. Sua missão é a de levar a palavra de Cristo e a Virgem as famílias que visitam.

Podemos missionar sem ir as Missões?

Sim! Os que não vão as Missões, fazem 19 anos, os acompanham com a oração, o terço e a missa diária. Com esta intenção, nos unimos em uma corrente de Oração pelo êxito e fecundidade da Missão e por todas as Missões Familiares que se realizam nessas datas em diferentes lugares da Argentina

O que se pede?

Se pede rezar pelas Missões em um momento do dia, por exemplo o Santo Rosário, assistir a Missa ou algum oferecimento que cada um deseje fazer pelos missioneiros. Ao finalizar o dia de missão, na oração da noite, menciona-se a todos os que rezam pelas missões, em um profundo marco de agradecimento e união espiritual.

Como fazemos?

Se quer se unir espiritualmente as Missões de Schoenstatt, pedimos que nos avisem no e-mail [email protected]

Ao mesmo tempo, solicitamos sua difusão  nas intenções diárias das Missas da semana de Missão. Vinculados na missão e unidos em Oração pelas Missões Familiares, saudamos com carinho e afeto, desejando-lhes um Feliz Natal e Paz para este mundo.

Original: Espanhol, 22.12.2017. Tradução: João Pozzobon, Santa Maria, Brasil

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *