Colocado em 21. Julho 2017 In Missões

Juventude de Schoenstatt participa da Semana Missionária em Santo Ângelo/RS

BRASIL, Fabio Alves via jumasbrasil.com.br •

Durante os dias 14, 15 e 16 de julho de 2017 ocorreu a primeira Semana Missionaria da Diocese de Santo Ângelo, com a participação de oito representantes da Juventude Masculina (JUMAS) e Juventude Feminina (JUFEM) de Schoenstatt.
A Semana Missionária teve início às 18 horas do dia 14 com o terço, a cargo da juventude de Schoenstatt. Nesta noite foi atendido confissões e feito o encerramento do primeiro dia com a santa Missa e o envio dos jovens as casas das famílias acolhedoras.

No dia 15 pela manhã aconteceu a formação dos jovens missionários, a cargo do Pe. Rafael José Backes e do Pe. Adriano Maslowski. Logo após ocorreu o envio dos missionários para o lar do idosos, para a fazenda aonde é feito auxílio na recuperação de dependentes químicos e ao bairro Boa Esperança. O encerramento do dia ocorreu com adoração ao santíssimo na catedral Ângelopolitana onde os jovens puderam colocar nas mãos de nosso Senhor Jesus Cristo todas as orações e pedidos feitos a eles pelos missionados.

Santa Missa na catedral

As atividades do dia 16 tiveram início com a Santa Missa na catedral presidida pelo Pe. Adriano, com a intenção de ação de graças pelos 75 anos da Obra das Famílias de Schoenstatt e animada pelo Movimento de Schoenstatt de Santo Ângelo. Após a Santa Missa, os jovens se reuniram na cúria para compartilhar as experiências vividas pelos grupos nos diferentes locais onde missionaram e para encerrar a missão com o envio dos jovens para suas cidades e famílias.

Fiz meu dever de Cristão de aproximar as pessoas a Deus

Dois jovens da Juventude de Schoenstatt nos apresentam seus testemunhos sobre esta missão, que ocorreu em conjunto com outros carismas, mas com uma mesma Fé em Jesus Cristo nosso senhor.

Filipe Feldkircher de Azambuja, integrante do JUMAS nos fala: “O que mais me marcou foi o momento em que um senhor, trajado com vestes muito humildes, sentado na rua, ao nos avistar, imediatamente, nos questionou se poderíamos fazer uma oração com ele. No mesmo instante, sem se questionar, aceitamos o pedido. No momento em lhe que oferecemos a oportunidade de fazer uma prece a Mãe de Deus, ele nos falou com os olhos cheios de lagrimas que gostaria que Maria o abençoasse com um emprego. Ao final de nossa oração, ele nos falou que nos seus 50 anos de vida é a primeira vez que ele vê alguém fazendo essa ação. Saímos com o sentimento de dever cumprido. Fiz meu dever de Cristão de aproximar as pessoas a Deus, desde as mais ricas até as mais necessitadas”.

Taiane Zancan, integrante da JUFEM, nos diz: “As missões realizadas nesse final de semana me proporcionaram experiências muito marcantes. Meu grupo ficou responsável pelo bairro Boa Esperança, e tivemos a oportunidade de visitar várias famílias. Cantar e rezar com aquelas pessoas, ver a alegria, e até mesmo as lágrimas de emoção, no rosto delas me fez ver que realmente podemos ser Cristo para os outros. Da mesma maneira, eu consegui ver Cristo naquelas pessoas. A missão me fez tão bem quanto fez para elas, e, quem sabe, até melhor. Nossa querida Mãe Santíssima passou à frente, e o Espírito Santo falou por nós. Com certeza meu coração foi inundado por aquilo que resume toda nossa fé Católica: o amor (charitas). “Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transbordar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada. ” – Coríntios 13,2. “

Fonte: www.jumasbrasil.com.br

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *