Colocado em 21. Maio 2017 In 100-casas-de-solidaridade, Aliança solidária, obras de misericórdia, Schoenstatt em saída

100 casas: um pequeno bairro da solidariedade

Por Maria Fischer e Ani Souberlich •

“No tapete com estrelas localizado no portal norte da catedral de Colônia, foram agregadas mais 30 estrelas que foram abençoadas na sexta-feira, 12 de maio. As 25 pequenas e as 5 grandes estrelas foram doadas nesta primavera”, esta foi a mensagem na rádio de Colonia ‘Domradio’. Entre elas se encontrava também a estrela do time de futebol 1. F.C. Köln, relatou a fundação cultural ‘Kölner Dom’. “Com a estrela do time 1. F.C. Köln se aproximam mais as duas paixões de Colônia: a catedral e o futebol”, assim comentou o Pe. Gerd Bachner, reitor da Catedral.

Desde o começo do projeto “11.000 estrelas para a catedral de Colônia” em 2013, já foram doadas 346 estrelas. A partir de uma doação de 5.000 euros para a fundação, os doadores são honrados com uma pequena estrela de bronze feita à mão; podendo estar com uma epígrafe personalizada. A partir de 11.000 euros, é colocado o nome do doador a uma grande estrela de pedra de basalto de alta qualidade.

Um tapete com estrelas para a catedral de Colônia… e surge um pensamento: que lindo seria um tapete de estrelas para nosso Santuário Original, para nossos mais de 200 santuários filiais em todo o mundo… Um tapete com estrelas por amor ao Santuário, bordada a partir do “Demonstrai que me amam de verdade”; pelo encontro de culturas, pela cultura da aliança que se torna solidariedade, tal como o Papa Francisco nos deu como mensagem para o Jubileu. Mas não um “tapete de estrelas” literalmente. Mas, sim, um “tapete” feito com as pequenas casinhas de tijolo vermelho do projeto “100 casas”, uma coroa pelas mais de 200 casinhas, bordadas pela solidariedade da aliança, e que na última semana, 10 casas mais foram presenteadas.

 

CIMG9533

Um santuário lar de verdade

Voltou a acontecer no primeiro fim de semana de maio: nos assentamentos, na zona metropolitana de Assunção, ali onde as famílias vivem situações de extrema pobreza, surgiram várias casas simples mas sólidas, com solo firme, paredes feitas de tijolo e um bom teto. Ani Souberlich se encontrava ali, preocupou-se com o material da construção, dava ânimo aos que construíam com suas próprias mãos suas casas, seu futuro, um futuro mais justo.

A construção em maio foi possível graças aos doadores da Alemanha, Áustria, Argentina, Paraguai, Espanha, Portugal, Itália e Suíça, países que quiseram fazer parte do projeto “100 casas”. Todas as doações que chegaram desde o Natal até agora têm sido de grande ajuda, já que em poucas semanas começará o inverno no Paraguai. As temperaturas podem chegar até 10°, e aquele que vive debaixo de sacolas de plásticos esticadas por dois paus, terá muito frio, mais ainda se chover. Cada casa que foi construída será convertida em um verdadeiro santuário lar, onde pessoas experimentam calor e segurança.

Cada casa leva o nome de um santuário filial, de um santuário lar ou de um santuário coração, que é proposto pelo doador.

“Por que até agora não sabíamos nada a respeito? ”, escutamos nas últimas semanas durante o encontro de membros de Schoenstatt do Paraguai, Argentina, Costa Rica.

“Por que até agora não colaboramos? ”, outros se perguntaram.

Por que é tão claro que não podemos parar nem em 100, nem 200 casas? Perguntaram para a equipe do schoenstatt.org. Talvez porque muitas famílias ainda estão esperando uma casa. Talvez devido a muitos santuários filiais, muitos santuários lares ainda não têm nenhuma casa de solidariedade. Talvez porque muitas pessoas deveriam experimentar a alegria que chega até o fundo do coração quando vê que com sua grande ou pequena doação de 200 euros, é capaz de mudar para sempre a vida de uma família inteira para melhor. E também, para mudar a própria vida, a própria aliança de amor, a própria vida cristã.

“100 casas”

“100 casas”. Este projeto surgiu no 31 de maio de 2013 dentro do círculo de colaboradores do schoenstatt.org como presente para o jubileu, como expressão da aliança solidária com o Papa Francisco.

“100 casas”. Isto é Schoenstatt em saída. Tudo começou com o encontro de uma schoenstattiana do Paraguai com famílias que viviam em situações de pobreza inimagináveis: debaixo de sacolas de plásticos amarradas a alguns paus enterrados na terra, com 40° de calor úmido e ao lado de uma cova na terra que servia de vaso sanitário e, pior ainda: debaixo de chuvas torrenciais, inundações e em alguns dias com um terrível frio no inverno. E mesmo não podendo acabar com toda a pobreza neste país e no mundo, simplesmente não podemos nos dar por vencidos.

“100 casas”: é uma grande decisão: mas simplesmente tentaremos. Uma pequena equipe do Paraguai se encarrega de conseguir parcelas e doações materiais e o que falta para que uma família construa com suas próprias mãos e com a ajuda de vizinhos uma casa simples: quatro paredes, chão e um teto sobre suas cabeças. Tudo isso doado por pessoas de todo o mundo. Esses incríveis 200 euros (ou o equivalente em guaranis, pesos, dólares, francos suíços…), tornam possível uma casa solidária.

“100 casas”: isso é algo que ficou da Aliança de Amor do Jubileu dos 100 anos. As casas solidárias levam o nome de santuários filiais, santuários lares e santuários coração, como expressão do “passo do jubileu” desde os santuários pelo mundo até às periferias existenciais. O Papa Francisco conhece e está encantado com este projeto.

“100 casas”: que se converteram em mais de 200. Se todas elas estivessem juntas, então formariam um pequeno bairro. E não se trata de 100 ou 200 casas só. Há mais de 200 famílias com duas, três, quatro, cinco… crianças cujas vidas conseguiram obter um chão debaixo de seus pés, literalmente.

Agujé Ndeve

Agujé, Agujé Ndeve, Obrigada: isto lemos em cartazes que Ani Souberlich coloca durante a construção de uma futura casa.

Agujé Ndeve – também está escrito nos cartões que, a partir deste mês, será entregue às famílias que vivem nas 200 casas, inciativa que surgiu da equipe base do schoenstatt.org. Uma carta de agradecimento em aliança solidária, vindo de amigos agradecidos destas famílias, agradecidos porque eles nos possibilitam experimentar, ver e tocar a alegria da solidariedade.

Uma nota de agradecimento se encontra no primeiro santuário filial do mundo em Nueva Helvecia, Uruguai; outra nota está desde 9 de maio no Santuário Original e alguns doadores têm uma nota destas em seus santuários lares. Sinais desta rede que surge quando pessoas se encontram com pessoas…. Quem quiser ter uma destas notas, pode escrever para: [email protected]

No Santuário de Madri, no dia 30 de cada mês, o Pe. José Maria Garcia celebrará uma Santa Missa por todos aqueles que receberam o presente de uma casa deste projeto, que construíram e vivem nela, e por todos os que doaram uma casa. Uma rede que se estende por todo o mundo, entre céu e terra. Aliança Solidária.

 

 

 

Doação

O que falta para construir uma casa equivale a 200€/US$.

 

Ou escanear o Codigo QR

 

 

 

 

 

Ou com o comprovante de pagamento:

Ana Souberlich/M. Fischer

IBAN DE08400602650062268615
BIC GENODEM1DKM

Uso da transferência: 100 casas (e em nome do santuário que faz a doação)

Página do projeto:

100 casas solidárias

FOTOS

100 casas 2016

 

Todos os artigos das 100 casas

Categoria: Schoenstatt em saída-> 100 casas

Original: alemão, 14.05.2017. Tradução: Isabel Lombardi, Guarapuava Brasil.

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *