Notícias internacionais

Imprima este artigo
Creato il 2012-01-16 22:28:40 - Notícias internacionais

Coroação das Imagens da Mãe Peregrina na diocese de Aveiro


PORTUGAL, Ir. Paula Leite. Foi de um modo muito simples, mas com muita alegria, que Vila Nova de Monsarros – Anadia, coroou 15 imagens da Mãe Peregrina, no passado dia 18, dando assim origem à grande corrente de graças que esperamos para as famílias da nossa diocese, através da coroação de todas as imagens da Mãe Peregrina de Schoenstatt. Esta iniciativa começou como preparação para a grande coroação deste ano, no dia 8 de Setembro no Santuário Original, de uma Imagem Auxiliar como RAINHA DA NOVA EVANGELIZAÇÃO DA EUROPA. Há quase dois anos, no mês de Março de 2010 esta imagem percorreu algumas paróquias da nossa diocese e de todo o Portugal. Ela está a peregrinar pelos países da Europa. Os missionários e muitas famílias reuniram-me à sua volta para rezar, agradecer os pequenos milagres que a MTA vai operando em cada lar e pedir por uma Europa mais cristã, especialmente pela santificação das famílias. Assim foi surgindo o desejo de coroar todas as imagens que visitam as famílias.

Missionários de Vila Nova de Monsarros

Durante este último ano, junto com a imagem, foi enviado um pequeno impulso mensal para preparar a coroação através de atitudes que devemos conquistar.

Vila Nova de Monsarros foi a primeira paróquia da nossa diocese a realizar a coroação. Os missionários uniram-se na coordenação de alguns encontros marcados com as famílias, nas capelas de cada lugar, sobre o sentido e o porquê da coroação. O empenho foi muito grande, mas sempre na simplicidade.

A honra era para a Rainha e por isso os próprios missionários prepararam um trono de uma beleza singular. Com muita dedicação e amor, reuniram-se à noite para costurar umas almofadas dignas das coroas. Com ou menos jeito, todos puderam ajudar. Alguns maridos das missionárias ajudaram a idealizar o trono, prepararam uns troncos para suporte das Imagens e prontificaram-se na sua realização, ou seja na colocação de todas as peças no lugar improvisado. Cuidaram de ter uma lembrança para entregar a todos os que participassem na cerimónia de coroação.

Nossa Senhora existe

No dia 18, dia da Aliança, pelas 9 horas, a igreja foi aberta e todos ficavam surpreendidos pelo trono com 15 Imagens Peregrinas, com 15 coroas, flores, velas e fitas em grande harmonia. Reinava uma alegria de criança, os olhos sorriam ao depararem com este trono.

Seguiu-se a Santa Missa celebrada pelo pároco, o Padre Vitor Espadilha. Ele introduziu-nos na riqueza de Schoenstatt neste dia 18, na grandeza de Nossa Senhora pelo seu sim, fazendo referencia ao Evangelho e ainda nos presenteou com um testemunho, uma carta de uma paroquiana emigrante que visitou o Santuário Original com a sua família para irem buscar uma Mãe Peregrina. Ela teve uma experiência forte da presença de Nossa Senhora no Santuário Original e pediu para dizer ao “seu povo” que Nossa Senhora existe, que ela o sentiu.

No final, depois de breves palavras da Ir.Paula, o Sacerdote convidou todos a ajoelhar e a rezar a oração de consagração que tinha sido distribuída.

A entrega da coroa estava feita, só era necessário coloca-las em cada imagem da Rainha da Família.

O Padre Vitor Espadilha procedeu a essa pequena cerimónia e colocou todas as 15 pequenas coroas, enquanto o coro cantava.

Uma imagem tão bonita, tão celestial

No final da Eucaristia, na altura de retirar as Imagens da Mãe Peregrina coroadas, todos ficaram com muita pena, pois era uma imagem tão bonita, tão celestial, que eleva qualquer coração ao divino. Surgiu então a ideia de proporcionar às pessoas que não estavam presentes uma oportunidade de vivenciarem o trono das Peregrinas coroadas. Assim, como no fim-de-semana seguinte seria o Natal, e com o incentivo do sacerdote, ficou combinado de trazerem as Imagens coroadas e para que as almofadas não ficassem vazias, cada missionário devia colocar um pequeno Menino Jesus: nós oferecemos a coroa à Mãe e Rainha e Ela oferece-nos o Seu Menino.

Os frutos da coroação não tardaram a ser conhecidos. Uma mãe com uma filha problemática, recebeu a imagem coroada e pediu à Rainha pela sua filha, para que ela, pelo menos, encontrasse o caminho de volta para a Igreja e no dia seguinte, por própria iniciativa, a filha foi à Missa. Num encontro casual no Santuário, um jovem casal procurava uma Imagem Peregrina em ponto pequeno para levar para casa. Não conheciam este lugar, nem Schoenstatt, mas estiveram na Missa de Coroação (apesar de serem de outra paróquia) e gostaram tanto que querem uma Imagem da MTA na sua casa.

Foi a primeira coroação numa paróquia da diocese de Aveiro, mas muitas se seguirão. Que a Mãe Peregrina seja realmente para muitos um Santuário Peregrino de graças e que Nossa Senhora, com o seu poder de Rainha, ajude e acompanhe de perto todas as famílias pela “Nova Evangelização da Europa”.

 

Fotos: P. Vitor Espadilha, Paulo Teixeira, José Raposo

Top