María Solidária, Tucumán, Argentina

Maria Solidária nasceu no Movimento Apostólico de Schoenstatt em Tucumán como resposta aos problemas sociais dos setores marginalizados na província de Tucumán. Foi, sobretudo, uma solução para várias famílias da zona de Villa Carmela que sofriam a desnutrição nos seus lares. Graças a isso puderam atenuar a fome, a falta de um lugar digno para viver e educar os seus filhos. Atualmente é uma equipa formada por pessoas de distintas idades e crenças que por diversos meios quer conseguir uma melhor qualidade de vida para todos, valorizando a honestidade, o respeito, a alegria, o trabalho, o amor ao próximo, a solidariedade, etc.

Missão e visão

“Queremos desenvolver-nos como uma comunidade schoenstatteana que promova a transformação social e que impulsione uma mentalidade participativa para enfrentar as mudanças e desafios sociais do país e do mundo.”

Valores:

Baseiam a sua ação em:

  • A pedagogia do Padre Kentenich.

  • O espírito de família.

  • O compromisso e a eficiência pessoal.

  • A confiança na Providência de Deus.

  • O serviço ao próximo.

  • O respeito e o cuidado pela vida do outro

  • A solidariedade.

Objetivos estratégicos:

  • Eleger um determinado ambiente detetando uma necessidade.

  • Determinar os pontos a trabalhar.

  • Criar uma área de trabalho de acordo com as necessidades do lugar.

  • Gerar soluções criativas.

  • Prever dificuldades e obstáculos

  • Oferecer ferramentas às pessoas para melhorar a sua qualidade de vida.

  • Fomentar o desenvolvimento social e espiritual das pessoas.

O que faz Maria Solidária?

Aspira a que cada pessoa encontre um motivo para continuar a lutar na vida e que não se deixe vencer pelos vícios: o álcool, a droga, a violência, contra as quais se luta diariamente. Para isto há cinco projetos diferentes.

1 – Villa Carmela:

Ateliers para crianças

O objetivo é inculcar-lhes desde pequenos os valores através de atividades, contos e jogos. Oferece-se um lugar onde possam aproximar-se com qualquer problema, apoiando-os sempre e oferecendo-lhes um lugar onde possam divertir-se saudavelmente com os seus amigos.

Ateliers para jovens

Com eles tratam-se dos temas mais prementes: as drogas, o álcool, a amizade, o noivado, a sexualidade, etc. São-lhes apresentadas distintas possibilidades de futuro, estudos, profissões, etc. motivando-os a lutarem pelo que gostem, oferecendo-lhes, dentro do possível, a ajuda necessária para apoiá-los nesse caminho.

Ateliers para Mães

A educação começa em casa, pelo que é muito importante tratar com as mães os temas que são apresentados às crianças e aos jovens para que possam apoiá-los. Também se cria um lugar onde se tratam temas importantes para elas e se realizam outras atividades para partilhar bonitos encontros.

Micro empreendimentos

Atividades com o bairro

Para além dos ateliers, realizam-se outras atividades para complementar ou partilhar com todo o bairro: festejo do dia da criança, acampamento para rapazes, roupeiro solidário, visitas às casas, jogos de mesa para adultos.

2 Cursos no Colégio El Mirador de Villa Carmela:

A juventude de Schoenstatt começou desde 2012 com um programa de cursos para jovens deste colégio secundário.

O objetivo principal e fundamental da educação é o de proporcionar aos jovens uma formação plena que lhes permita formar a sua própria identidade, dirigida ao desenvolvimento da sua capacidade para exercer, de maneira crítica, a liberdade, a tolerância e a solidariedade.

Transmitem-se e exercitam-se os valores que tornam possível a vida em sociedade, principalmente o respeito a todos os direitos e liberdades fundamentais, adquirem-se os hábitos de convivência democrática e de respeito mútuo, preparam-se para a participação responsável nas distintas atividades e instâncias sociais.

Para conseguir estes objetivos é necessário um trabalho coordenado de todos os professores e de um coordenador das atividades educativas para um grupo-classe. Essa responsabilidade de coordenação pedagógica corresponde ao tutor ou tutora desse grupo de alunos.

O tutor será encarregue desta orientação. Para isso contará com a colaboração da instituição educativa e com o apoio do Departamento de Ação Tutorial de “Maria Solidária”.

A educação secundária obrigatória é uma etapa decisiva que tem um forte componente orientador: os alunos vão descobrindo os seus interesses e aptidões, a fim de os capacitar para uma escolha correta para a sua vida futura.

3 Hogar Eva Perón:

Nesta Instituição há crianças de 5 a 12 anos que estão separadas das suas famílias por problemas legais. Os jovens de Maria Solidária realizam ateliers e passeios de acordo com as idades. Ao princípio acompanhavam estas crianças, atualmente designam um padrinho para cada criança para que esse acompanhamento seja mais personalizado e possam trabalhar melhor com cada um. Estas tarefas realizam-se aos domingos e a um dia de semana. O objetivo principal é mostrar-lhes que há um futuro e que eles fazem parte deste mundo.

4- Asentamiento Hipólito Irigoyen – Los Pocitos:

Este projeto apresenta os seguintes pontos a tratar:

  • Oferecer ferramentas para melhorar a sua qualidade de vida.

  • Fomentar o desenvolvimento social e espiritual dos habitantes do lugar.

  • Consciencializá-los sobre a inclusão social e a igualdade. Ajudar a que tomem consciência da possibilidade e necessidade de melhorar o básico: saúde, educação, habitação, etc.

Maria Solidaria caracteriza-se pelo seu trabalho com as pessoas, criando vínculos e procurando conhecer as famílias e também espera que eles aprendam a gerir-se a si próprios, conseguindo o seu crescimento e desenvolvimento, colocando objetivos e metas na sua vida diária.

Também, sem desconhecer a realidade das pessoas, trabalhar-se-á em primeiro lugar na ajuda para melhorar as condições do bairro, já que não têm água potável, a iluminação é escassa, têm dificuldades para aceder a tratamentos médicos e a medicamentos, há problemas básicos de higiene, etc.

O projeto será levado a cabo em dois âmbitos: o âmbito individual da cada pessoa (a sua família, o seu trabalho, a sua personalidade, etc.) e o âmbito social (qualidade de vida; saúde, habitação, condições do bairro, etc.)

5 – Roupeiros solidários

Este projeto tem já vários objetivos: primeiro, a doação de roupa, calçado, roupa de cama, colchões, etc., convidando as pessoas a serem mais solidárias e ao mesmo tempo a mostrar que a sua doação tem um fim concreto.

Por outro lado com as pessoas que concorrem a estes roupeiros gerar vínculos, já que há tempo para se conhecerem melhor. Pagam uma pequena quantia pelo que adquirem assim sentem que o conseguem com o seu próprio esforço. As receitas revertem novamente para eles e para os seus filhos, tanto para comprar materiais para os ateliers como para servir um lanche às crianças.

Original: Espanhol-Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Informação, Contacto

Virginia Pereira: [email protected] – 0381 – 154593509

Carlos Larrabure: [email protected] – 0381 – 155867839

Rigo, Paula

381 5702178

[email protected]

Flass, Santiago

381 4476727

[email protected]

Las Piedras 972
San Miguel de Tucumán, Pcia. Tucumán
ARGENTINA