Entrelazados, o Apostolado Social de Schoenstatt em Monterrey: Dignificando vidas através do amor

Já faz 6 anos, após um forte furacão que atingiu a cidade de Monterrey, surgiu uma forma concreta para apoiar as famílias desprotegidas com propostas educativas direcionadas as mãe de família, crianças e jovens.

Este programa educativo é formado por cursos de promoção humana assim como atividades ocupacionais, além de contar com creches para que as mães com filhos pequenos que ainda não vão à escola, possam também participar sem descuidar das crianças.

Por que “Entrelazados”?

A palavras “entrelazar” (em português “entrelaçar”) remete aos vínculos (laços) nas relações afetivas e espirituais profundas, com permanência e projeção. Se concentra em “compartilhar o destino”, porém não como uma fatalidade, mas sim como o caminho da responsabilidade humana, a trajetória da liberdade, o processo de aliança de cada um para cumprir seu ideal pessoal. A comunhão entrelaça os destinos que deixam de uma sorte meramente individual, para transformar-se em uma tarefa mútua de se transformar, uns par

Dignificar vidas

Têm como Ideal “Dignificar vidas” e como lema “Dignificando vidas através do amor”.

Atualmente trabalham com quatros centros para mãe de família em diferentes pontos da cidade, onde participam aproximadamente 100 senhoras, além de ajudarem três escolas públicas primárias com quase 600 crianças.

O seu trabalho está baseado na educação através do amor, com uma busca continua de enaltecer os valores e fortalecer os vínculos familiares nessas comunidades. Isto com total independência de qualquer interesse político ou religioso.

“Sabemos que nosso pais está cheio de pessoas nobres as quais tem faltado oportunidade. As vezes somente necessitam uma mão para trazer à tona suas vidas. Nós cremos que é o momento de fazer algo para nossos compatriotas e lançar-lhes a corda para ganhar o resgate, comenta uma entusiasmada colaboradora. E continua: “sabemos que todo o filho de Deus é um ser muito valioso e acima de tudo, não podemos deixar de ver que nestas comunidades em zonas de risco onde há muitas crianças, há uma oportunidade que não devemos ignorar, vamos continuar buscando fornecer ferramentas através atividades sustentáveis e formação humana e em valores para que eles possam viver em condições dignas e ficar longe do crime.

Contacto: Gabriela de la Garza, [email protected]

Tradução: João Pozzobon, Santa Maria, Brasil