Colocado em 17. Agosto 2017 In Em Aliança solidária com Francisco, Francisco - Mensagem

Rezemos com o Papa Francisco… pelas vítimas dos desastres naturais e da violência

Redacção •

A seguir à oração do Ângelus na Solenidade da Assunção da Virgem Maria, o Papa Francisco pediu à Mãe de Deus o dom do consolo e um futuro sereno para aqueles que sofrem por causa dos desastres naturais e dos conflitos que atingem muitas partes do mundo.

“A Maria, Rainha da Paz que, contemplamos hoje na glória do Paraíso, quero confiar uma vez mais, as ânsias e as dores das populações que, em muitas partes do mundo sofrem por causa dos desastres naturais, tensões sociais ou conflitos”, disse o Papa.

“Que a nossa Mãe Celeste alcance para todos o consolo e, um futuro de serenidade e concórdia!”, exclamou.

Em solidariedade com a Serra Leoa

Num telegrama ao Arcebispo de Freetown (Serra Leoa), Mons. Edward Tamba, o Papa Francisco expressa as suas condolências pelas consequências de um deslizamento de terras que causou a morte a quase 300 pessoas.

Através do Cardeal Secretário de Estado, o Cardeal Pietro Parolin, o Santo Padre afirma estar “profundamente entristecido com as devastadoras consequências do derrubamento de terras nos arredores de Freetown” e assegura a sua proximidade “àqueles que perderam os seus seres queridos neste momento difícil”.

“Reza por todos os que morreram e, pelas suas famílias e amigos aflitos e invoca as bênçãos divinas de força e consolo” Além disso, também expressa a sua solidariedade com “os trabalhadores do resgate e todos os envolvidos em proporcionar o alívio tão necessário e o apoio às vítimas deste desastre”.

Em 14 de Agosto, de manhã cedo, as fortes chuvas causaram grandes inundações em Regent, a poucos quilómetros de Freetown. Estas chuvas originaram rios de lama e provocaram o derrubamento de parte de uma colina.

Segundo o jornal local “The Serra Leoa Telegraph”, dos primeiros 200 mortos, pelo menos, 60 eram menores.

Façamos nosso, o pedido do Papa Francisco e rezemos com ele pela Serra Leoa e, por todas as vítimas de incêndios, inundações e desastres naturais destes dias, como também, pelas vítimas de tantos conflitos violentos – e, contribuamos com a nossa parte, oferecendo o nosso Capital de Graças, o lado solidário da Aliança de Amor.

Com material de ACIprensa

 Original: espanhol (17/8/2017). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *