Colocado em 22. Agosto 2014 In Francisco - iniciativos e gestos

Rezem por mim! – A “Oração Rally” para o Papa Francisco

ALEMANHA, mda. O Cardeal Sin, o ex-arcebispo de Manila, fez sempre um apelo público para a oração, conhecida como a “Oração Rally”, pelas intenções importantes. Em 1986, dois milhões de filipinos andaram pelas ruas a rezar o terço pedindo o fim da ditadura de Marcos, o que ocorreu pacificamente pouco tempo depois. Hoje, sob o título “Oração Rally” as pessoas estão reunindo-se fisica e virtualmente para rezar pelos cristãos no Iraque, ou pelas meninas que foram raptadas na Nigéria. Karin Schmitz de Sankt Augustin, perto de Bonn já começou uma iniciativa que ela chamou de uma “corrente de oração pelo papa Francisco”. Num site multilingue ela incentiva as pessoas de maneira muito simples para rezarem pelo Papa Francisco.

“Agora eu gostaria de dar-lhes a benção, mas antes eu quero pedir-lhes para me fazerem um favor. Antes de o bispo abençoar o povo, peço-lhes que invoquem o Senhor para que me abençoe. A oração do povo que pede a Deus que abençoe o seu Bispo. Em silêncio eu peço que orem por mim”. Com estas palavras e este gesto o Papa Francisco iniciou o seu serviço como pastor, e muitos dos que experimentaram este momento foram profundamente tocados e mantiveram-no nos seus corações. Foi a hora em que a aliança de solidariedade com o Papa Francisco nasceu, a que os colaboradores de schoenstatt.org aderiram conscientemente algumas semanas mais tarde em 31 de Maio de 2013. “Orem por mim”, palavras que nos motivaram não apenas neste 13 março 2013. Jorge Milla, jornalista e aluno de Jorge Mario Bergoglia dos tempos em que ele lecionou literatura e psicologia na Santa Fé, incluiu o “orem por mim” na sua lista de “Bergoglismos”, como ele explicou, “por causa da intensidade com a qual ele pede, ele ganhou o direito de autor”. Ele contou como um ateu declarado tinha falado com ele numa ocasião e disse que o pedido frequente do Papa Francisco para as pessoas orarem por ele o motivou muito, porque o admirava muito como pessoa, ele quiz fazer o que ele pediu mesmo sem acreditar que tivesse qualquer efeito. Ele simplesmente não conseguia explicar como isto lhe fez tanto bem que quis continuar. Jorge Milia comentou: “Eu acredito que o pedido insistente tem o mesmo efeito da queda de água sobre uma rocha, pode fragmentá-la. Creio que isto é o que acontece com a oração que Francisco pede. Um amigo meu, que também é Francisco, disse-me: ‘se ele conseguiu convencer uma quantidae de argentinos ateus a orarem por ele, acontece algo que estamos vivenciando agora – o que vai acontecer se ele pedir a 1.200.000.000 pecadores para orarem por ele?’”

Fazei o que ele pede – nada mais

O que levou esta mulher, que antes nunca construiu uma página de internet, a iniciar uma Oração Rally em todo o mundo pelo papa Francisco? “Em três dias consecutivos durante a Adoração tive a ideia de que é importante apelar para uma campanha de oração pelo papa Francisco”, contou Karin Schmitz. “Esta ideia tornou-se uma necessidade urgente, e, embora eu não saiba nada sobre como criar uma página de internet, eu tinha que fazê-lo. Por fim, eu encontrei duas pessoas que me ajudaram a concretizar a minha ideia. Depois eu tive que procurar organizações Católicas que estivessem dispostas a chamar a atenção para este projeto de oração, chamado de “Oração Rally”, nos seus sites.

Karin Schmitz continuou: “Dificuldades e recusas foram inevitáveis, mas as muitas experiências felizes motivaram-me sempre.” Assim, há alguns dias, pode encontrar uma referência à “Oração Rally” no site da Juventude 2000 “

Depois, a Mãe Peregrina envolveu-se

Todos os meses Karin Schmitz recebe por três dias a visita da Mãe Peregrina. “Em agosto senti uma necessidade de ir em peregrinação a Schoenstatt. De alguma forma relacionei isto com a Oração Rally. A 6 de agosto fui numa peregrinação com a minha mãe. Antes da Missa dos Peregrinos, eu rezei ao Espírito Santo e à nossa Mãe para me ajudar a encontrar alguém que me pudesse ajudar a tornar o projeto conhecido, ou para ajudar a traduzir coisas para espanhol.

Na parte da tarde eu queria tomar uma chávena de café depois da celebração de encerramento no Monte Schoenstatt e dirigi-me para um pequeno café. Pouco antes de sair uma jovem entrou para pedir algo. Ela e a mulher na loja tinham dificuldades em se compreenderem uma à outra, porque não sabiam a língua uma da outra. Embora o pedido já tivesse sido atendido, a minha mãe pediu-me e eu voltei atrás para falar com a mulher em Inglês, porque isso iria fazê-la feliz. Parece um pouco estranho para mim, mas eu fiz o que a minha mãe me pediu, sem me aperceber o que daí poderia resultar.

A mulher veio do México, assim a sua língua materna é espanhol. Ela estava em Schoenstatt até domingo, 10 de Agosto. O seu mês de voluntariado acabava nessa data. Ela disse que podia traduzir o texto para o espanhol, e fez isso nesse mesmo dia. Ela enviou-me a tradução por e-mail. Em seguida, tive uma nova surpresa: Ela disse que queria espalhar a Oração Rally no México, Espanha, Argentina, Chile e Paraguai e outros países de língua espanhola, porque graças a Schoenstatt ela tinha amigos espalhados por todo o mundo. … Eu fico sempre muito feliz em receber a Mãe de Deus, mas desta vez a minha alegria era particularmente grande, porque é através desta experiência que eu tenho uma relação ainda mais profunda com Nossa Senhora de Schoenstatt. Hoje, quando eu orava os Mistérios Gloriosos do Rosário diante desta imagem, no terceiro mistério dedicado ao Espírito Santo, eu tive a ideia de contatar schoenstatt.org … “

Dado que a família que recebe a imagem da Mãe Peregrina a seguir a Karin Schmitz estava de férias, a imagem permaneceu com ela por mais três dias …

Alcançando muitos

“O meu desejo é que as pessoas que ainda não rezam pelo Papa e pela sua missão e, por acaso passem os olhos pela página da Internet, sintam-se inspirados para participar rezando por ele”, explica Karin Schmitz. Muito consciente, e totalmente de acordo com a intenção do Papa Francisco, não é importante contar o número de orações. O quê, quanto e quantas vezes alguém reza fica com cada um. Há algumas sugestões no site, mas nada mais do que a possibilidade de adicionar o nome de cada um. “Eu ouço repetidamente os testemunhos de pessoas que me dizem quando inseriram o seu nome e levaram as coisas mais a sério, e que os ajuda continuar.”

De momento a página da internet da Oração Rally pelo Papa Francisco aparece em alemão, inglês, polaco, francês, italiano e espanhol. A tradução para Português está a ser feita.

“Por favor, rezem por mim, e não se esqueçam de rezar por mim! Muito obrigado”

Papa Francisco, a 15 de agosto, quando se encontrou com a juventude asiática no santuário de Solmoe

Original: alemão. Tradução: José Carlos Cravo, Lisboa – Portugal

www.papst-franziskus-prayerrally.de

www.pope-francis-prayerrally.net