Colocado em 5. Março 2017 In Igreja - Francisco - movimentos, obras de misericórdia

Um ano de milagre de Santo Egídio com os refugiados

ITALIA/UNIÃO EUROPEIA, por Álvaro Real, via Aleteia.org •

Setecentas pessoas puderam ser acolhidas graças ao Corredor Humanitário que, durante um ano, realizou a Comunidade de Sant’ Egídio. Um número record se tivermos em conta os dados de acolhimento a refugiados dos países da União Europeia. Com esta iniciativa foram acolhidos mais refugiados em 2016 que o somatório dos acolhidos por 15 países da União Europeia.

Um só ano de vida de um projecto que está a ter um êxito sem precedentes e que permite aos refugiados chegar à Europa de modo legal e seguro. Graças ao acordo com a Itália, Sant’ Egídio financia as despesas da chegada dos refugiados e o Estado colabora na segurança e aprovação dos vistos.

A ajuda de Sant’ Egídio não se fica por aí. Oferecem também soluções para a sua integração no país: aulas de italiano, ajuda burocrática e participação nas suas comunidades.

Num artigo publicado por The Huffington Post, o Fundador de Sant’ Egídio, Andrea Ricardi explica o êxito do Corredor Humanitário e da integração, num ano, dos refugiados: “São capazes de se fazerem entender em italiano, alguns estão já disponíveis para se integrarem no mundo do trabalho. Os filhos vão às nossas escolas e a sua presença em Itália já deu origem a mais vantagens do que dificuldades.

 

Fonte: www.aleteia.org

Acolher, proteger, promover, integrar

O Papa Francisco disse em 21 de Fevereiro, ao receber os participantes no VI Fórum Internacional Migração e Paz:

“Na maior parte dos casos, trata-se de deslocações forçadas, causadas por conflitos, desastres naturais, perseguições, mudanças climáticas, violências, pobreza extrema e condições de vida indignas”:

“Perante este complexo cenário, sinto o dever de expressar uma preocupação especial pela natureza forçada de muitos fluxos migratórios contemporâneos que aumenta os desafios postos à comunidade política, à sociedade civil e à Igreja e pede que se dê resposta com maior urgência a esses desafios, de modo coordenado e eficiente.

A nossa resposta comum poder-se-ia articular à volta de quatro verbos: acolher, proteger, promover, integrar.

Ver também na página de Sant’ Egídio:

O que são os Corredores Humanos?

 

Original: espanhol. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *