Colocado em 20. Abril 2017 In Artigos de Opinião

Hoje, amanhã e sempre, abraça a nossa Pátria

PARAGUAI, Horacio Chávez T. •

“Pátria querida somos a tua esperança, somos a flor do belo porvir”, canta a estrofe do Hino à Liberdade e à Juventude no Paraguai escrito pelo Presbítero Marcelino Noutz. A muitos patriotas a emoção faz-lhes “pele de galinha” de cada vez que o ouvem e, é um sentimento para aqueles que lutam todos os dias por um país melhor. No Santuário de Tupãrenda calhou-me, de novo, captar umas imagens que, dentro do panorama de desalento da sociedade paraguaia, mostram uma esperança tão próxima de todos. É Ela quem, no Seu Santuário, oferece as graças a todos os que lá chegam para irem conquistando a esperança.

O testemunho de um casal que, a partir do Santuário adoptou uma terna “esperança” para a sua família, que é uma luz nos seus nove anos de casados e nas várias tentativas para terem um filho. Por uma chamada telefónica numa segunda-feira de manhã, o marido contou que havia um bebé à procura de família. Naquele dia, graças à oração e à oferta do Capital de Graças, chegou-lhes a bênção. Desde esse momento o pequeno acompanha-os numa família na qual o amor à criança vai construindo a esperança.

Com este testemunho e muitos outros, descobre-se no Santuário de Tupãrenda e na Pedra Fundamental, a esperança no amor da nossa Mãe. Ela é quem vai construindo essa Pátria que queremos a partir das nossas famílias, para irradiar no mundo e ser a flor do belo porvir.

Nota

Horacio Cartes enviou nesta segunda-feira uma nota ao Arcebispo de Assunção, Edmundo Valenzuela, na qual o informa que decidiu não se apresentar, de nenhum modo, como candidato a Presidente da República para o período constitucional 2018-2023. O Projecto de Emenda constitucional que procura incluir a figura da reeleição causou uma profunda divisão no meio político e social.

Original: espanhol (18/4/2017). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: ,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *